"Além dos sinais externos que denunciam - cabelos brancos, cabelo nenhum, rugas, barriga, essas indignidades - as gerações se reconhecem pelos jogadores de futebol que se têm na memória"

Luis Fernando Veríssimo

30 de jun de 2010

Tecnologia no Futebol

Depois dos erros grotescos que prejudicaram Inglaterra e México nas oitavas-de-final está reaberta a discussão sobre o uso ou não da tecnologia no futebol, mais especificamente o uso de um chip na bola que mandaria um sinal ao juiz ao cruzar a linha do gol.
Todos são livres para terem suas opiniões, eu sou contra. Já sofri e já comemorei erros como esses antes diversas vezes, desde que o futebol é futebol as coisas são assim e parte da emoção e da graça do futebol provém das discussões e polêmicas de lances como esses.
Quanto ao argumento de muitos que devemos discutir o jogo, os jogadores, as jogadas e não a arbitragem, ora, discute a arbitragem quem quer, é apenas mais um assunto nas rodas dos boleiros, o bom futebol, os grandes jogadores, as táticas, está tudo aí para quem quiser debater sobre eles.
O que aconteceu com a Inglaterra foi algo atípico, aquele erro foi realmente gritante, mas o uso de tecnologia acabaria com discussões como a daquele chute da Itália contra a Eslováquia nesta mesma Copa  que o zagueiro tirou em cima da linha e que nunca poderemos afirmar se entrou ou não, lances como esses rendem histórias por muito tempo e ajudam a marcar na cabeça das pessoas jogos inesquecíveis.
Histórias como a de 66 que tanto foi lembrada no jogo entre alemães e ingleses não existirão mais e o futebol perderia parte da sua essência.

Melhor seria um quinto árbitro atrás do gol, pois estes seriam passíveis de erros assim como juízes e bandeirinhas, e o futebol não perderia em espontaneidade e autenticidade, mas não algo tão mecânico e robotizado como chips e sensores.
Já imaginaram as equipes parando o jogo pedindo para ver o replay do lance ?! eu prefiro nem pensar.

O futebol não poder ser uma ciência exata, deixaria de ser apaixonante.
Espero sinceramente que a FIFA mantenha sua posição de ser contra para o bem do futebol.

29 de jun de 2010

Perigo à caminho do Hexa

Autoridade. Essa é a palavra para definir as vitórias de Holanda e Brasil pelas oitavas-de-final da Copa do Mundo.
Não foi nenhum espetáculo de ambas as equipes mas foram vitórias muito convincentes.
Brasil e Holanda controlaram seus jogos durante os 90 minutos em dia inspirado dos grandes craques das equipes. Robben e Sneijder pela Holanda e Kaká pelo Brasil desequilibraram as partidas.


Encho a boca(ou melhor os dedos) para dizer(ou melhor escrever) que faz muito tempo que eu peço exatamente a escalação que foi a campo ontem, para quem não acredita pode procurar o post "Próxima parada: Copa do Mundo". Nele eu escrevi a minha opinião sobre a melhor formação para a seleção com as peças que Dunga levou para África, exatamente a formação que foi a campo ontem, um 4-4-2 em losângo com Ramires e Daniel Alves. Resultado: melhor jogo do Brasil na Copa.(modéstia parte)
Ramires melhorou demais a saída de bola e a movimentação do meio campo da seleção e com Kaká em plena ascensão vamos fortes para enfrentar a Laranja Mecânica.


A Holanda venceu e venceu bem. Sempre fui muito fã da escola holandesa, alguns dos jogos que mais me marcaram em Copas são contra a Holanda, uma seleção que sempre priorizou o futebol, a maior preocupação deles sempre foi jogar bola e dar espetáculo e o preço dessa preferência é não ter uma Copa do Mundo no currículo.
Mas parece que dessa vez é diferente, muitos me questionam que eu elogio muito e eles só vencem pelo placar mínimo, 1x0, 2x1...
A diferênça é que dessa vez eles vieram para ganhar, o que os torna muito mais perigosos. Por diversas vezes nessa Copa eles estão abrindo mão de golear para garantir a vitória, tiveram o controle de todos os jogos que fizeram até aqui e possuem jogadores que em um lance decidem a partida. O primeiro gol ontem foi uma pintura dos craques Sneijder e Robben, com a marca dos dois, um passe magistral do camisa 10 para a corrida de Robben que cortou pro meio e bateu de canhota entre três zagueiros, golaço !


Sempre afirmei que minha grande aposta para a Copa era a Holanda, um timaço que me agrada muito assistir e agora eles estão no caminho do Hexa.
Sexta-Feira, 11 horas da manhã(da noite para mim huehue)
O encontro está marcado e com certeza será mais um jogo para ser contado nos livros de história.

28 de jun de 2010

Show para inglês ver


Jogo digno da magnitude dos nomes. Alemanha x Inglaterra fizeram um jogo com todos os ingredientes de uma grande decisão. Grandes jogadas, muitos gols, emoção do começo ao fim e como já é de praxe no futebol mundial, erros da arbitragem.
Essa é sem dúvida a melhor Alemanha que EU já vi em uma Copa. Time habilidoso com um futebol  rápido e um contra ataque mortal como há muito tempo eu não via, muito gostoso de assistir. MUITO diferente das seleções duras e pragmáticas das últimas Copas.
Até mesmo o nome Alemanha já era sinônimo de futebol truncado e no máximo eficiente na minha cabeça. Mas a atual não, arrasaram a Inglaterra com direito a show de bola, a zaga inglesa jogando em linha foi presa fácil para o rápido ataque alemão.


Como joga o canhotinho Özil(foto) candidatíssimo a craque da Copa, Schweinsteiger jogando de volante tá comendo a bola e o que dizer de Lahm que na lateral direita só não é melhor que Maicon. Mas não vou ficar falando muito desse ou daquele porque ontem todos foram perfeitos, bem diferente dos astros ingleses.
Gerrard só correu pra lá e pra cá e nada produziu. Lampard até tentou, fez um golaço que só o trio de arbitragem no mundo não viu, bateu falta na trave mas nada comparado ao Lampard craque do Chelsea.
Terry também foi discreto mas a grande decepção inglesa ficou por conta de Wayne Rooney. O craque inglês teve sua preparação para a Copa atrapalhada por duas lesões e não conseguiu corresponder a grande expectativa que o mundo depositou nele.


Apesar de achar que o erro contribuiu diretamente para o resultado porque foi em um momento vital da partida a Alemanha jogou muito mais bola que a Inglaterra e mereceu vencer.
Já o English Team mais uma vez fica pelo caminho e uma geração que tinha tudo para ser vitoriosa vai passar desapercebida pela história.

A Alemanha chegou denovo, denovo quando ninguém acreditava.
Definitivamente todo respeito é pouco com a tri-campeã mundial.

E vem aí Alemanha x Argentina !!!
eu passo... e você, arrisca algum palpite ?!

26 de jun de 2010

Não teve graça nenhuma


0x0 o resultado mais sem graça do futebol. Claro que ninguém gostou, o torcedor sempre espera gols e uma boa atuação da seleção brasileira mas por outro lado foi bom, pelo futebol apresentado o empate ficou de bom tamanho e ainda atingimos o objetivo de nos classificarmos em primeiro em um grupo bem complicado.
Carlos Queiroz mostrou ontem que daria um baile em Dunga se fosse Copa do Mundo de xadrez. Mandou Portugal a campo em um 4-3-3 disfarçado de 4-5-1 quando o time perdia a bola. Duda(Simão) e Danny voltavam para compor o meio neutralizando as melhores armas ofensivas do Brasil que são as jogadas pelos lados do campo obrigando a saída de bola brasileira a passar por onde tem menos qualidade que são os volantes Gilberto Silva e Felipe Melo(Josué)


Portugal jogava de forma bem compacta no primeiro tempo marcando atrás da sua intermediária dando muito campo para a equipe brasileira, com isso os defensores do Brasil avançavam demais e davam espaço para o contra ataque luso, Lucio por diversas vezes avançou para jogar como um volante deixando Cristiano Ronaldo no mano a mano com Juan. O Brasil não conseguia furar o paredão formado por Queiroz e as melhores chances de gol no primeiro tempo foram de bolas alçadas na área.
Na volta do intervalo só Portugal entrou em campo. Precisando do resultado os portugueses saíram mais para o jogo e o meio campo brasileiro que pouco fez no primeiro tempo desapareceu por completo no segundo.
Dunga foi muito mal ontem, viu o Brasil ser dominado em campo e nada fez para mudar o panorama do jogo além de ficar gritando como um torcedor histérico na lateral do campo.
Quando o atacante tem que voltar até o meio campo para buscar jogo ou o zagueiro tem que avançar ao campo de ataque para armar o time algo está errado. Dunga demorou demais para mexer e quando o fez, fez errado.
Julio Batista mostrou que não tem condições de substituir Kaká, ontem era jogo para Robinho, o único com talento suficiente para fazer uma jogada individual e furar o bloqueio imposto por Portugal. Sem Robinho caindo pelo lado esquerdo Michel Bastos fica completamente isolado e as jogadas de ataque do Brasil ficam concentradas todas pelo lado direito com Maicon e ontem Daniel Alves.


O mundo todo já sabe como jogar contra o Brasil, basta dar campo e obrigar a seleção brasileira a tomar a iniciativa e ditar o ritmo da partida. O Brasil de Dunga não sabe jogar dessa forma e se ele não fizer algo rápido teremos muita dificuldade no mata-mata, apesar de que nas oitavas-de-final El loco Bielsa deve mandar o Chile vir para cima do Brasil dando muito espaço para o contra-ataque, do jeito que essa seleção gosta.

25 de jun de 2010

Zebra(?)


Para muitos uma zebra do tamanho da África, para esse blogueiro "zebra" não cabe nesse caso.
Vergonha, vexame, humilhação...
...escolha o que quiser mas não zebra. Zebra é quando o inesperado acontece, quando um grande time que está jogando um grande futebol é derrotado por outro mais fraco, muitas vezes por alguma circustância especial do jogo como uma  expulsão, um gol mal anulado, um pênalti desperdiçado ou não marcado, enfim, são muitas as variantes em um jogo de futebol.
O que aconteceu ontem já era mais do que esperado por este blogueiro, a atual Itália não é um time e muito menos apresenta um grande futebol, apesar de ter bancado a Itália nos meus palpites antes da Copa nunca acreditei realmente na Azzurra que já vem jogando um futebol medíocre há um bom tempo. Foi mal na Eurocopa e fez campanha pífia na Copa das Confederações ano passado. Entrou em campo ontem na base da camisa, muitas vezes isso acaba prevalecendo em uma Copa do Mundo, nunca menospreze o peso da camisa ou a tradição de uma grande seleção mas ontem não foi suficiente.
A Azzurra ontem foi patética, um bando de jogadores correndo atrás da bola, sem esquema tático, sem comunicação, nada. Os italianos não conseguiam trocar dois passes no campo de ataque, Di Natale e Iaquinta pareciam mais dois estranhos do que uma dupla de ataque, o meio campo praticamente não existe e a maior virtude, que são as tão famosas defesas italianas, não apareceu. Cannavaro não é sombra do que já foi um dia e diante de um advsersário muito bem postado em campo a tetra campeã sucumbiu.
A Eslováquia jogou bem, bem distribuida em campo e com um bom toque de bola envolvia facilmente a seleção italiana, Pirlo fez muita falta para a Itália, entrou ontem faltando meia hora para o fim da partida mas pouco produziu.
Apesar do péssimo futebol italiano a partida de ontem foi A PARTIDA da Copa no quesito emoção por causa dos 15 minutos finais.
A Itália perdia por 2x0 até os 37 do segundo tempo quando Di Natale descontou, o gol incendiou a partida, a Azzurra partiu para o desespero em busca do empate que classificaria os italianos, até que aos 42 Kopunek fez o terceiro da Eslováquia. Aí você pensa: "3x1 aos 42 do segundo tempo, matou o jogo".
Mas como diria minha mãe, que é fã de futebol e corinthiana roxa "o jogo só acaba quando o juiz apita". Certíssima. O árbitro Howard Webb apontou 4 minutos de acréscimo e aos 47 minutos Quagliarella fez uma pintura de gol e descontou para a Itália, 3x2 faltando dois minutos para o fim da partida.
O jogo virou drama, os eslovacos começaram a cair por qualquer coisa para paralisar a partida. Foram os minutos mais dramáticos dos últimos tempos no futebol mundial.
O relógio já marcava 50 minutos passados quando Pepe apareceu sozinho na área depois de um cobrança de lateral e jogou pela linha de fundo a classificação italiana.
Final 3x2 Eslováquia e a Itália se junta a França como mais uma campeã mundial que se despede na primeira fase.
  

França e Itália, nada mais nada menos do que a final do último mundial em 2006.

Pior do que o vexame da eliminação na primeira fase é saber que a Itália precisa de uma renovação urgente e que não há como fazê-la. Os grandes nomes da Calcio atualmente são extrangeiros, o atual campeão do scudetto, o Internazionale de Milão, não tem nenhum italiano sequer no time titular.
O futuro da Azzurra é incerto e preocupante.

24 de jun de 2010

A Bola Pune


O técnico Muricy Ramalho não poderia ter sido mais feliz quando soltou essa frase que virou bordão na boca de todos os futebolistas: A BOLA PUNE.
A cada dia que passa todos que acompanham o dia-a-dia do futebol tem mais certeza de que a bola realmente não perdoa. Ontem foi a vez da Eslovênia comprovar isso.
O jogo foi razoável, a Inglaterra foi outro time em relação aos dois primeiros jogos da Copa. Foi mais objetiva, agrediu o adversário em busca do gol e usou muito bem os lados do campo. Frank Lampard e Steven Gerrard são o grande diferencial desse time, ambos tem ótima visão de jogo, muita qualidade no passe, aparecem muito bem no ataque, ontem por diversas vezes Gerrard fez a infiltração nas costas da zaga, além de compor muito bem o sistema defensivo.


Wayne Rooney apesar de não ter desencantado jogou muito bem, correu, buscou o jogo mas a bola teimou em não entrar, as vezes por azar as vezes por ansiedade, o jejum de quase 9 meses sem fazer gol pelo English Team fez com que faltasse calma ao Shrek em alguns momentos da partida.
A Inglaterra controlou praticamente todo o jogo, em parte pelo bom futebol apresentado mas também porque a seleção eslovena abdicou do jogo. Se acomodou e limitou-se a se defender e esperar o tempo passar já que estaria classificada mesmo perdendo porque EUA x Argélia empatavam em 0x0.
E como diz o título do post, a bola pune, e puniu a seleção que não buscou nada, que não teve ousadia, que se contentou com pouco e que por essa atitude fraca não merecia mesmo estar nas oitavas-de-final de uma Copa do Mundo. Não que fosse fácil para os eslovenos vencerem se quisessem, a Inglaterra é muito mais time e era favorita no confronto, mas eles nem sequer tentaram nada. Se entregaram e jogaram sem nenhuma vontade de vencer.


O destino ainda capricharia no final. O árbitro Wolfgang Stark encerrou o jogo aos 48 do segundo tempo e no instante que ele apitou o fim da partida no Nelson Mandela Bay a seleção americana marcava o gol em Pretória.
Não havia mais tempo para a Eslovênia buscar nada, foi punida da forma mais dolorosa possível.
Pagou um preço alto pela omissão em campo.
A bola pune sim, mas nesse caso, com grande contribuição da vítima.

23 de jun de 2010

sul-americanos sobrando

Fracassos e alegrias, desses dois ingredientes é feito o futebol.


O fracasso francês já estava anunciado à algum tempo, é hora de apagar os últimos 4 anos e começar do zero. Critérios absurdos, falta de comando e rachas internos transformaram toda a federação francesa em um barril de pólvora que explodiu ontem. Raymond Domenech chegou na África sabendo que voltaria desempregado e se despediu do comando dos Bleus de forma deprimente, virando as costas para Carlos Alberto Parreira no fim do jogo.


Já os africanos choraram duas eliminações ontem, caíram, mas o povo pode se orgulhar, pois caíram em pé.
Os nigerianos lutaram até o fim mas a classificação foi perdida na segunda rodada na virada sofrida diante da Grécia. E o que foi o gol perdido pelo atacante Yakubu ?!!!  u.u
Acompanhei o jogo África do Sul 2 x 1 França e torci muito pelos Bafana Bafana, jogaram bem, mereceram a vitória que poderia tranquilamente ter sido por um placar maior se os pés de Mphela estivessem mais calibrados, se tivessem jogado assim nos primeiros jogos estariam classificados. Mas apesar de serem os primeiros anfitriões da história eliminados na primeira fase o país pode se orgulhar por tudo que mostrou a seleção sul-africana em campo e acima de tudo comemorar a identidade criada entre os Bafana Bafana e a torcida que de hoje em diante com certeza verá a seleção com outros olhos.


Enquanto isso as seleções sul-americanas estão sobrando na Copa.
Resultado do talento individual, que não tem aparecido nas equipes europeias, e da atitude ofensiva em campo, os times sul-americanos entram para vencer e não para apenas se defender. O medo de perder dos europeus tem superado a vontade de ganhar.
Brasil, Uruguai, Argentina, Chile, todos estarão no mata-mata e com certeza todos farão grandes jogos.

Pequeno palpite do blogueiro, o Chile vai passar em primeiro e teremos Brasil x Espanha nas oitavas.

22 de jun de 2010

O show da África



Essa Copa do Mundo tem sido um verdadeiro show.
Não se assuste, não estou falando de futebol e sim de tudo que cerca esse evento fascinante para os amantes do mundo da bola.
Se no campo as equipes não estão dando espetáculo, fora dele a coisa é bem diferente.
O que dizer da super câmera lenta que nos mostra cada mínimo detalhe dos lances ?! O suor derramado pelos jogadores em uma cabeçada, a grama que voa em um carrinho, o movimento de cada músculo do jogador em uma dividida mais forte, nada escapa das lentes destas super câmeras. Eu que estou tendo o privilégio de assistir os jogos em um telão com sinal digital estou presenciando um verdadeiro espetáculo. 32 câmeras cobrindo um jogo, vemos o mesmo lance diversas vezes por diversos ângulos. Demais !!!


E o show nas arquibancadas ?! A alegria do povo africano é contagiante, passei a apreciar até as vuvuzelas, marca da cultura local, é a forma deles fazerem festa, uma identidade que não pode ser descartada, quase como o pandeiro e o batuque do nosso carnaval.


Incrível como um evento como esse pode mudar nossa forma de ver as coisas, percebi como era ignorante em relação ao continente africano, quando ouvia África pensava logo em miséria, fome, dor, sofrimento, um lugar esquecido e abandonado pelo resto do mundo em que eu jamais pensaria em ir e agora sinto uma profunda tristeza por não poder presenciar essa Copa de perto.
Não estou dizendo que tudo mudou, que tudo foi resolvido e nada disso mais existe, pelo contrário, ainda há muito a ser feito mas eu aprendi que também há muitas coisas boas e belas na África.
Todos que estão lá devem agredecer a Deus por essa oportunidade maravilhosa. Imprensa, torcedores, jogadores, todos. Acho que assim como eu muitos gostariam de estar lá também.

É a vez da África !


(Desculpem o pequeno corte no vídeo, é só selecionar a tela cheia que fica perfeito. Quem não viu não deixe de ver, muito bom)

[Todos Juntos (Dessa vez é pela África)]

You're a good soldier                   Você é um bom soldado
Choosing your battles                   Escolhendo suas batalhas

Pick yourself up                            Levante-se
And dust yourself off                     Sacuda a Poeira
Get back in the saddle                   E volte ao caminho
You're on the front line                  Você está na linha de frente
Everyone's watching                      Todos estão olhando
You know it's serious                     Você sabe que é sério
We're getting closer                        Estamos nos aproximando
This isn't over                                 Ainda não é o fim
The pressure's on; you feel it           A pressão aumenta; Você sente
But you got it all; believe it              Mas você tem o que precisa; acredite

When you fall, get up, oh oh            Quando você cair, levante; Oh, oh..
And if you fall, get up, eh eh             E se você cair, levante; Eh, eh...

Tsamina mina zangalewa                  Tsamina mina Zangalewa
Cause this is Africa                          Pois essa é a África

Tsamina mina eh, eh                         Tsamina mina eh eh
Waka waka eh, eh                           todos juntos eh eh

Tsamina mina zangalewa                   Tsamina mina zangalewa Anawa aa
This time for Africa                           Dessa vez é pela África

Listen to your god                             Ouça o seu Deus
This is our motto                                Esse é o nosso lema
Your time to shine                             É a sua hora de brilhar
Don't wait in line                                Não espere na fila
Y vamos por todo                              E vamos por todos
People are raising                               As pessoas estão aumentando
Their expectations                              Suas expectativas
Go on and feel it                                Vá em frente e as alimente
This is your moment                           Este é o seu momento
No hesitation                                      Sem hesitar

Today's your day; I feel it                    Hoje é o seu dia, Eu sinto
You paved the way, believe it             Você preparou o caminho, Acredite

If you get down, get up oh, oh            Se você cair, levante, oh oh
When you get down, get up eh, eh      E quando você cair, levante, eh eh
Tsamina mina zangalewa                    Tsamina mina zangalewa, Anawa aa
This time for Africa                            Dessa vez é pela África

Tsamina mina eh, eh                           Tsamina mina eh eh
Waka waka eh, eh                             Todos juntos eh eh
Tsamina mina zangalewa                    Tsamina mina zangalewa
Anawa ah, ah                                    Anawa aa
Tsamina mina eh, eh                          Tsamina mina eh eh
Waka waka eh, eh                            Todos juntos eh eh
Tsamina mina zangalewa                    Tsamina mina zangalewa
This time for África                            Dessa vez é pela África

21 de jun de 2010

Dica aos Navegantes

Para todos que acompanham o blog deste humilde blogueiro(nossa, ficou ótimo né O.o) não deixem de conferir o CALENDÁRIO DA COPA na sessão "Fique Ligado". Tenho certeza que vocês vão gostar.

Dica do meu grande parceiro MACACO.

Quando o talento supera a violência


Jogo intenso, ânimos exaltados, ótima vitória e vaga garantida. Assim foi o sexto duelo brasileiro contra africanos em Copas do Mundo.
Muitos sentimentos afloraram neste blogueiro durante a partida mas alguns deles permanecem até agora.
DECEPÇÃO - Uma imensa decepção com a seleção marfinesa, tanto na bola jogada como na atitude em campo, esqueceu o futebol em casa e entrou apenas para praticar o antijogo e a violência.
REVOLTA - Revolta com a expulsão GRATUITA de Kaká no fim do jogo, nosso camisa 10 não fez absolutamente nada no lance que originou o segundo cartão amarelo, levou uma trombada de um marfinense desgovernado e apenas firmou o corpo para se proteger com o cotovelo rente ao corpo.
Faltou um pouco de malandragem ao Kaká para fugir das provocações e bom senso por parte do técnico Dunga que deveria ter tirado o meia antes já que o jogo estava ganho.




INDIGNAÇÃO - Indignação com a péssima arbitragem que inverteu inúmeras faltas e deixou a seleção africana bater a vontade.
A seleção da Costa do Marfim entrou cheia de si, crente que faria história e venceria a seleção pentacampeã e quando viu que não era bem assim perderam a cabeça e começaram a bater maldosamente.

O primeiro tempo foi bem aquém do esperado, a Costa do Marfim marcava bem a saída de bola brasileira, Felipe Melo e Gilberto Silva são muito previsíveis e Kaká e Robinho tinham que voltar demais para buscar jogo. De bom mesmo na etapa inicial só o gol brasileiro em jogada do trio de frente Kaká, Robinho e Luis Fabiano.
Na segunda etapa o jogo esquentou, logo aos 4 minutos Fabuloso fez uma pintura de gol, o braço na bola foi apenas um detalhe, seria um pecado anular aquele gol(huehue) e o juiz parece ter pensado igual quando conversou com Luis Fabiano logo após o gol sorrindo.
O Brasil jogava bem, toque de bola envolvente, Kaká se movimentando como nos velhos tempos com suas arrancadas do meio para os lados do campo e em uma dessas arrancadas saiu o terceiro gol. Kaká disparou do meio para o lado esquerdo do ataque, recebeu e foi a linha de fundo no melhor estilo Kaká, cruzou e Elano se antecipou a marcação muito bem para fazer o terceiro gol brasileiro.
Depois disso começou a pancadaria por parte do marfinenses, diversas soladas e entradas violentas sem nenhuma punição mais rígida por parte da arbitragem.
Drogba ainda descontou para o time africano em bobeada da zaga brasileira mas de nada adiantou.
Não chegou a ser um espetáculo mas agora o Brasil preocupou e muito os adversários, mostrou muita movimentação e qualidade no toque de bola e na marcação não dando espaços para os principais jogadores da Costa do Marfim criarem
Em uma noite em que os valores individuais finalmente voltaram a aparecer o Brasil mostrou que o talento combina mais com a vontade de vencer do que a violência.

20 de jun de 2010

A primeira garantida


Minha grande aposta para o Mundial é a primeira seleção classificada para a segunda fase.
A Holanda venceu e apesar do resultado magro venceu bem.
Muitos me disseram "Venceu suado" "Foi só 1x0" e blá blá blá. Não vejo dessa forma, muito pelo contrário.
Venceu com autoridade, embora não tenha criado muito não foi ameaçada em momento nenhum da partida, chegou a ter 78% de posse de bola.
Não levo muito em consideração as poucas chance de gol porque foi a proposta de jogo do time holandês, cadenciar e não entrar na correria japonesa, se tivesse realmente ido para cima e apertado teria feito muito mais.
Golaço de Sneijder, com a ajuda da jabulani e do goleiro japonês, mas poucos tem intimidade com a redonda como o camisa 10 da Holanda. No segundo tempo dominou uma bola que veiu do alto com uma categoria rara, quem assistiu sabe do que estou falando.
A Holanda vai forte para o mata-mata...

...e Robben ainda nem estreou.

"Deus não quis"...


...essas foram as palavras do craque Eto`o após a derrota que eliminou Camarões da Copa. Agora a responsabilidade do fracasso é de Deus. ¬¬
Deprimente a participação de Camarões no Mundial, logo o primeiro realizado no continente africano.
Lamentável que tantas brigas e disputas internas eliminem de maneira tão triste e precoce uma geração que tinha tudo para ser vitoriosa com a camisa verde.
Os jogadores não se entendiam com o técnico Paul Le Guen, exigiram mudanças para o jogo contra a Dinamarca, foram atendidos e na hora de responder em campo fracassaram.
Dennis Rommedahl, um senhor de 32 anos jogou demais, o atacante do Ajax fez a festa pela direita do ataque dinamarquês nas costas do lateral esquerdo Assou-Ekoto.
Vitória de virada, os dinamarqueses eliminam os Leões Indomáveis da Copa e de quebra ainda classificam a Holanda.
A briga de egos e a soberba de jogadores que acham que jogam muito mais do que realmente jogam custaram caro a seleção camaronesa, Eto`o que era grande candidato a craque africano do mundial se despede de forma melancólica e Camarões entra para a lista das minhas maiores decepções na Copa, lista que já conta com Inglaterra, Espanha e Grécia que só venceu a Nigéria por causa da expulsão de Kaita. Espero que eu não precise escrever "Brasil" na lista.

19 de jun de 2010

Zebras: muitas ou poucas ?


Resolvi fazer um pequeno post para explicar minha posição sobre as zebras da Copa.
Depois do post abaixo "Zebra do Alpes" muitos me disseram "como assim a derrota da Espanha foi a primera zebra ? claro que não" "Mas e os empates de Inglaterra, Itália e França ?" "E a vitória suada do Brasil perante a fraca Coréia do Norte ?"
Não classifico como zebra esses resultados por um simples motivo: o futebol apresentado por essas equipes desde bem antes da Copa.
Zebras talvez pelo peso da camisa das seleções citadas acima mas não pelo atual momento vivido por elas, tecnicamente falando.
A seleção francesa por exemplo vem jogando um futebol medíocre há um bom tempo e empatou com Uruguai que não é qualquer seleção.
A Itália é um time burocrático e previsível e empatou com Paraguai que liderou boa parte das Eliminatórias sul-americanas.
Inglaterra empatou com EUA nas estréia, não acho que chegue a ser zebra empatar com a finalista da Copa das confederações que eliminou a Espanha e quase faturou o título contra o Brasil.
PS: empatou hoje com a Argélia, não acompanhei mas isso sim foi um resultado decepcionante.
Brasil suar para vencer um time retrancado ? nenhuma novidade para quem acompanhou as Eliminatórias.
Me questionaram também sobre a derrota alemã para a Sérvia, também não considero zebra, a Sérvia tem um bom time com jogadores experientes como o ótimo zagueiro Vidic, zebra foi o futebol apresentado pela Sérvia na estréia, jogo atípico.
Enfim, apenas minha opinião.

17 de jun de 2010

Zebra dos Alpes


Demorou mas ela apareceu e resolveu aparecer em grande estilo. A Zebra deu as boas vindas a temida Espanha. Depois de conquistar a Europa a Fúria achou que havia exorcizado o fantasma de montar grandes times e fracassar nas principais competições mundiais, grande engano, Copa do Mundo é bem diferente de Eurocopa e mais uma vez a Espanha vai de temida a amarelona em um jogo, claro que foi apenas o primeiro jogo, a Espanha deve passar, mas já não mete tanto medo assim.
A Espanha perdeu para si mesma, perdeu para a soberba de achar que faria o gol a qualquer momento e que venceria com tranquilidade, isso ficou claríssimo na forma como jogou o craque Iniesta, sempre querendo dar toques de categoria em lances que deveria arrematar para o gol ou fazer o simples.
A Fúria dominou a partida, teve muito mais posse de bola e volume de jogo mas poucas chances de gol no primeiro tempo, méritos para o ferrolho suíço, incríveis 8 horas sem tomar gol em uma Copas do Mundo, uma muralha com gigantes de 1,90 de altura na zaga, poucas vezes vi uma marcação como a feita pelos suiços ontem.
Logo no início do segundo tempo a zebra entrou em campo, em um contra-ataque rápido Gelson Fernandes aproveitou a bobeada da zaga espanhola e abriu o placar. Depois disso a espanha resolveu acordar e jogar de forma objetiva, pressionou, criou chances, Xabi Alonso mandou um foguete na trave do goleiro Benaglio depois de cobrança de escanteio. Jesús Navas entrou muito bem na partida jogando bem aberto pelo lado direito quase como um ponta de antigamente mas mesmo sendo apenas o início do segundo tempo já era tarde. Sair atrás no placar contra a Suíça é fatal.


Xavi demorou demais para entrar no jogo, Villa, Piqué e Fernando Torres perderam gols que não se perde jogando contra um time tão retrancado, faltaram mais jogadas individuais para furar o bloqueio suíço e acima de tudo faltou humildade e consciência de que Copa do Mundo é uma competição diferenciada com muitas variáveis, decidida em detalhes e que nem sempre o melhor time vence, no caso da Espanha, nunca.

Acompanhei também o jogo entre Honduras 0 x 1 Chile (o resultado não traduz em nada o que foi a partida)  gostei muito do futebol apresentado pela equipe de El Loco Bielsa. Muito volume de jogo, muita posse de bola mas não de toquinhos de lado e sim de um futebol ofensivo, várias chances de gols criadas, muito agradável de assistir, realmente me impressionou bastante, é um time que joga e deixa jogar.
Destaque para o ótimo atacante Sanchez, para o meia Matíaz Fernández e para o velho conhecido da torcida brasileira El Mago Vaildívia.


Nota para o goleiro hondurenho Valladares que fez A DEFESA da Copa até aqui depois de uma cabeçada a queima roupa do zagueiro Ponce.


Olho nos chilenos.

16 de jun de 2010

bom ? ruim ? Preocupante...

(Maicon, autor do primeiro gol, GOLAÇO)

2x1 na fraca Korea do Norte, há alguns fatores que claro devem ser levados em consideração como o fato de ser uma estréia de Copa do Mundo, para alguns inclusive a primeira Copa, o fato do principal jogador da equipe, Kaka, não estar 100% fisicamente enfim, mas ainda assim eu esperava muito mais da seleção brasileira.
Esse era jogo pra goleada, pra vencer e convencer, pra ganhar moral e ligar o alerta nos principais concorrentes ao título, mas não foi o que aconteceu.
O primeiro tempo da seleçào foi muito ruim, futebol previsível, sem movimentação, não houve aproximação para um tabela, ninguém se apresentava para ajudar o companheiro, jogadas individuais então passaram longe.
A equipe brasileira também esteve muito mal na marcação, muito frouxa, ficou assistindo o time norte koreano jogar, bem diferente da maioria das seleções que eu acompanhei nessa primeira rodada, Michel Bastos ficou completamente isolado pelo lado esquerdo e todas as jogadas do Brasil surgiam pela direta com Maicon, Kaka não entrou para jogar o primeiro tempo e o único que tentava alguma coisa diferente era Robinho, se movimentando muito, caindo pelos dois lados do campo, pedalando e tudo mais. resultado, 0x0 no primeiro tempo e preocupação na torcida.
Na volta para o segundo tempo o Brasil melhorou um pouco, em 20 minutos que Kaka conseguiu jogar e se movimentar bem o Brasil fez 2 gols, Kaka é importantíssimo para nossa seleção, ainda que não faça gols ou grandes jogadas ele carrega a marcação com ele e abre os espaços na defesa adversária. O Brasil já mostrou ainda nas eliminatórias que não consegue jogar contra times fechadinhos que saem no contra-ataque e Kaka era o diferencial nesses momentos, com ele fora da forma ideal o técnico Dunga tem que mudar a forma de jogar da seleção para desafogar o camisa 10(pois é, por onde será que anda o Ganso hein ?!) o futebol dessa atual seleção brasileira flui mais quando o adversário joga de igual para igual atacando também visto que a principal arma do time de Dunga é o contra ataque rápido.
Claro que o mais importante de tudo na estréia é a vitória, com o empate entre Costa do Marfim x Portugal o Brasil assumiu a liderança isolada do grupo, mas para vencer os portugueses e os africanos o time de Dunga vai ter que mostrar muito mais futebol.



Aliás, Costa do Marfim x Portugal se enfrentaram ontem também, no Nelson Mandela Bay, em um jogo no mínimo intenso.
Acompanhei o jogo todo(pois é, assisti todos os jogos do dia e fui para meu curso de japonês igual um zumbi, mas tudo bem, não dava pra perder né) e foi bom, jogo aberto com chances lá e cá.
Cristiano Ronaldo começou quente, botou logo uma bola na trave que fez o astro Drogba fazer o sinal da cruz no banco de reservas(HEuHeuuHE) mas esse time marfinense é muito bom, toca bem a bola, sai rápido no contra-ataque, é muito forte fisicamente e o mais importante joga de forma muito compacta diminuindo muito os espaços do adversário.
Os africanos ganhavam todas as divididas, Deco e Cristiano Ronaldo foram caçados sem piedade(sem violência também, sempre na bola) e não conseguiram criar mais nada. O craque Drogba entrou no segundo tempo e pouco produziu.
Destaque do jogo para mim foi YaYa Touré, como joga o meio campista do Barcelona. Desarma e se apresenta no ataque com uma velocidade impressionante e tem muita qualidade no passe e em chutes de longa distância.
Olho no camisa 19 da Costa do Marfim, vai dar trabalho para a seleção canarinho.

Não foi o que eu esperava, a estréia brasileira ficou bem atrás das estréias das equipes que EU considero favoritas(Holanda, Alemanha, Argentina e Espanha que ainda vai estrear).
Por outro lado superou as estréias de forças como Itália, Inglaterra e França, mas essas equipes jogaram contra adversários muito mais fortes do que Korea do Norte então não sei se vale muito.

15 de jun de 2010

Candidatíssima ao título


A estréia que esse blogueiro mais aguardava aconteceu ontem, a Holanda de Sneijder venceu a boa seleção da Dinamarca por 2x0.
Gostei do que vi, levando-se em consideração que era uma estréia de Copa do Mundo contra um adversário relativamnete forte ficou de bom tamanho tanto o placar como o futebol apresentado, que tende a crescer muito à partir de agora.
Quase dois anos sem saber o que é derrota, não perderam NENHUM ponto nas eliminatórias europeias, e não é a toa, como joga essa seleção holandesa, o meio campo toca a bola com precisão, comandados pelo maestro Sneijder e o guerreiro Van Bommel difícilmente erram passes, fazem a bola girar passando por todos os lados do campo, bola de pé em pé, consciente. Muita movimentação também, sempre que alguém recebe a bola já tem um companheiro encostando no apoio, para tabelar ou passando em velocidade para receber a bola na frente.
Os dinamarqueses. apesar de serem uma seleção historicamente ofensiva, vieram com uma proposta bem clara, jogar fechadinho e surpreender nos contra ataques, quase deu certo, marcavam muito bem, sempre com 10 jogadores atrás da linha da bola e levavam perigo nos contra ataques principalmente com Rommedahl, até tomarem o primeiro gol em uma falha do zagueiro Poulsen que cabeceou contra o patrimônio depois de um cruzamento de Van Persie, até então a Holanda tinha muita posse de bola mas não conseguia criar, achar os espaços na boa marcação dinamarquesa. Depois do gol a seleção da Dinamarca teve que sair um pouco mais para o jogo e ai deu espaços para o toque de bola holandês. Elia e Affelay entraram muito bem no jogo dando ainda mais movimentação e velocidade ao ataque e depois de um chute de Elia que parou na trave direita do goleiro Sorensen, Kuyt fez o segundo gol e decretou a vitória holandesa. Poulsen ainda salvou em cima da linha o que seria o terceiro gol holandês.
Faltaram apenas algumas jogadas individuais, principalmente de Sneijder, para o futebol ser ainda melhor, mas passado o nervosismo da estréia isso com certeza vai aparecer.
A Holanda venceu com autoridade e é forte candidata ao título, para mim favorita junto com Espanha e (depois do que apresentou na estréia) Alemanha.
E detalhe, tudo isso ainda sem Robben em campo.

Espero que o Dunga tenha prestado bastante atenção.

Acompanhei também Japão 1 x  0 Camarões, o outro jogo desse grupo e não merece nem post.
Jogo feio, péssimo futebol. Camarões esqueceu o futebol em casa e Japão como sempre é apenas uma seleção muito disciplinada taticamente, se você perdeu pode ficar tranquilo, se deu bem.

PS: Outra belíssima camisa nesta Copa a da Holanda. Nike é Nike né.

14 de jun de 2010

A nossa hora


Amanhã é a vez do maior time de futebol do mundo, a seleção brasileira, começar a sua trajetória na Copa da África.
Hora de mostrar a razão pela qual nós nos tornamos, durante um mês a cada quatro anos, a maior potência do mundo.
Essa é a hora em que nós brasileiros sentimos muito orgulho de sermos quem somos, durante um mês somos a nação mais respeitada do planeta.
Pergunte a um brasileiro que viu uma Copa de perto o tamanho do respeito que a camisa canarinho impõe durante um evento como esse e ele não terá palavras para descrever.
Para se ter uma idéia, tudo em uma Copa do mundo tem a opção do "português", desde um panfleto nas ruas até as instruções dentro do estádio, na Copa da Korea e do Japão foi assim.
Amanhã é o dia de vestir a camisa amarelinha onde quer que você esteja e sentir mais orgulho do que nunca de ser brasileiro.


Nascido para jogar futebol, a frase na camisa diz tudo.

Obrigado Baggio

Série Lances Marcantes da Copas

1994, Copa do Mundo dos EUA.
O lance que é talvez o mais famoso da história das Copas para o povo brasileiro não poderia ficar de fora da Série.
Dispensa comentários, é só assistir e curtir.

a bola não para

Peço desculpas a todos que acompanham o blog, os jogos tem sido em horários malucos aqui no Japão e fiquei sem tempo de escrever nos últimos dias.


4 minutos de jogo e 1x0 no placar, parecia que a Inglaterra iria golear, sobre o comando do astro Steven Gerrard o English Team comandava as ações até que veio o lance fatal que decidiria a partida, chute despretencioso de Clint Dempsey e o goleiro inglês Green aceita, falha incrível. Final 1x1 no placar e goleiro crucificado na terra da rainha, o tabloide 'Daily Express' pegou pesado com arqueiro inglês e disse que o 'palhaço' não será mais titular no gol da Inglaterra.


90 minutos, foi tudo que a Alemanha precisou para passar de desacreditada a favorita ao título.
Ballack ?! Quem precisa de Ballack ?!
Goleada de 4x0, bom futebol(disparada a melhor estréia até aqui) e alerta geral para todo mundo, a sempre poderosa Alemanha mostrou que vem firme para brigar pelo tetra, se só com o peso da camisa e tradição já era perigosa, imagina jogando bem.
PS: Muito bonita a camisa da seleção alemã, o detalhe das três estrelas com os anos das conquistas dos mundiais dentro ficou demais.

Não consegui acompanhar os outros jogos inteiros, acompanhei meia hora do jogo entre Argélia x Eslovênia e nenhuma das duas seleções conseguia trocar dois passes, e o que foi o pênalti de Kuzmanovic no jogo entre Sérvia x Gana ?! melhor deixar pra lá...


Hoje tem a estréia da Holanda, estou muito ansioso para ver Sneijder e cia em ação, imperdível !

13 de jun de 2010

Aperitivo Argentino


Jogão de bola entre Argentina x Nigéria.
Messi mostrou que está disposto a ser protagonista da Copa e a Argentina apresentou ao mundo seu leque de opções para o ataque. Tabelas rápidas, bolas enfiadas em profundidade, jogadas aéreas, chutes de longa distância e as arrancadas do melhor jogador do mundo, do meio para frente TIMAÇO. Um pouco mais de sorte e pontaria e viraria goleada hoje, o artilheiro Higuain perdeu gols incríveis.

Maaasss...

...como sempre temos um "mas", os hermanos apresentaram também suas deficiências, o sistema defensivo é medonho. Gostaria de entender o por que de um treinador que poder ter Javier Zaneti na direita escalar Gutierrez, ou Jonás, o que o leitor preferir, o fato é que ele é ruim demais. Consegue tomar bola nas costas sem subir ao ataque, aliás ele não ataca, não defende, não faz nada. Por que entra em campo ?
Mas sejamos justos, não é só ele o problema, na parte defensiva apenas Samuel é digno de seleção.
A zaga Argentina não consegue sair jogando se a equipe adversária apertar mais a marcação e diminuir os espaços.
Do outro lado a Nigéria vendeu caro a derrota, jogou de igual para igual e não teve medo de partir para cima em busca do gol de empate, não empatou por pouco, por detalhes na hora de definir uma jogada ou de finalizar para gol. Muito bom o time Nigeriano comandado pelo sueco Lars, não conheço esse treinador mas gostei muito pela ousadia, não se encolheu frente a uma das favoritas para conquista da Copa.
Nota para o goleiro Vincent Enyeama, foi simplesmente espetacular parando Messi frente a frente.
O time africano é rápido e toca muito bem a bola. Pelo o que apresentaram os times desse grupo hoje a vaga deve mesmo ficar com os dois, Argentina em primeiro e Nigéria em segundo, esse time africano vai dar trabalho na segunda fase, podem me cobrar.


Já já a estréia do Shrek, não vejo a hora.
(Sim, estou assistindo todos os jogos de hoje, UEHuhEHe)

12 de jun de 2010

Show Koreano


Os sul koreanos deram um baile nos gregos agora pouco no Nelson Mandela Bay(lindo estádio por sinal).
A Koreia do Sul apresentou um futebol rápido, com toque de bola envolvente, aproximação dos jogadores com tabelas e algumas jogadas individuais de talento, enquanto a seleção da Grécia  jogou mal demais, o meio de campo praticamente não existiu no primeiro tempo, não conseguiam trocar dois passes e por conta disso passaram a primeira etapa toda rifando a bola em ligações diretas da defesa para o ataque. Nem as principais armas da Grécia, o porte físico e uma defesa sólida, surtiram efeito no jogo visto que os gols koreanos saíram de bobeadas da zaga grega. No primeiro três gregos ficaram marcando a bola e esqueceram do koreano sozinho nas costas e o segundo foi um falha ridícula pra um jogador que está em uma Copa, o zagueiro Loukas Vintra não conseguiu dominar uma bola fácil na entrada da área na frente do atacante Park Ji-Sung(Manchester United) que roubou a bola e fez o segundo gol.
Depois disso a Grécia melhorou um pouco, um pouco por desespero mas também porque a Korea se acomodou e abriu mão do jogo, muito cedo aliás, poderiam ter feito mais gols e  garantido um bom saldo, oportunidades para isso não faltaram.
Decepção, essa é a palavra para definir a Grécia para mim, esperava muito mais de uma seleção que já foi campeã europeia e surpresa é a palavra para definir a Koreia do Sul, não esperava um futebol tão envolvente e jogadas individuais de tanta qualidade, até chapéu eles deram nos gregos, vai brigar pela segunda vaga com a Nigéria.


Já já tem a estréia de Messi e cia, hora de ver o show do pulga !

Triste empate


África do Sul x México abriram a Copa com um empate por 1x1 em um grande jogo, não técnicamente, mas emocionalmente.
Os Bafana Bafana mereciam melhor sorte, por tudo que fizeram dentro de campo, pelo penalti não marcado, pela garra mostrada, pelo sofrimento a cada lance desperdiçado
pelo comprometimento em fazer bonito em casa.
Nos quinze minutos finais me peguei torcendo e sofrendo junto com os Bafana Bafana, quase morri do coração com a bola na trave aos 44 minutos.
Com todo respeito ao México, acho que o mundo todo torceu pelos africanos hoje.
O time da casa começou o jogo muito recuado, dando muito campo ao adversário, o México tinha o jogo na mão mas não finalizava.
Aos poucos a África do Sul foi equilibrando as ações, mais objetivo o time treinado por Carlos Alberto Parreira levava muito perigo nos contra ataques, Mphela sozinho deu um show nos três zagueiros mexicanos. Destaque também para o goleiro Khune que fez grandes defesas.
Pelo lado mexicano quem mais me chamou atenção foi mesmo o craque do time Giovani dos Santos, não esteve em um dia inspirado mas era o jogador mais perigoso do México.
O veterano Blanco também entrou bem no segundo tempo. Esperava mais do meia atacante Vela, muito sumido no jogo de hoje.
No final das contas o empate não foi bom para ninguém, para os Bafana Bafana a classificação ficou quase impossível, já para os mexicanos complicou bastante, vão ter que suar sangue para passar para próxima fase.

10 de jun de 2010

Palpites da Copa


Como não poderia deixar de ser vou dar meus pitacos nos grupos da Copa também, claro.
Não acho que haverá zebras, seleções "pequenas" surpreendendo, talvez apenas zebras no sentido de seleções tradicionais voltando mais cedo para casa, isso aliás, é bem provável.


Grupo A

É, parece que os anfitriões vão jogar apenas três jogos mesmo, não creio que eles tenham alguma chance de passar nesse grupo. E aqui vai acontecer o primeiro vexame da Copa, aposto na França fora, Uruguai e México ficam com as vagas. Celeste na liderança.

Grupo B

Acho que a Argentina vai fazer uma bela Copa, bem diferente das eliminatórias. O pulga vai arrebentar.
Os hermanos passam fácil em primeiro, a briga pela outra vaga vai ser boa, vou de Grécia.

Grupo C

Admito que não conheço bem as seleções da Argélia e Eslovênia mas não é por isso que meu palpite vai para Inglaterra e EUA. O English Team dispensa apresentações e vou dar a outra vaga para os EUA pela bela Copa da Confederações que fez dando muito trabalho para o Brasil na final.

Grupo D

Não boto fé na Alemanha, vai para Copa na base da camisa denovo, assim como em 2006, mas dessa vez não estará em casa. Ainda assim passa em primeiro do grupo fácil. Vou de Alemanha e Sérvia.

Grupo E

A Holanda é uma das minhas apostas para o título. Robben(espero que se recupere), Sneijder, Van Persie, Rafael van der Vaart, Mark van Bommel, Dirk Kuyt, Eljero Elia entre outros, timaço na minha opinião. Primeiro do grupo sem susto.
Passam Holanda e Dinamarca.

Grupo F

Apesar de ser a atual campeã não acredito na Itália nesse Mundial, está com um time muito envelhecido e burocrático, mas teve sorte, pegou um grupo fácil, líder do grupo com Paraguai em segundo.

Grupo G

Caímos em um dos grupos mais complicados da Copa, bom e ruim.
Ruim obviamente por que vamos ter que suar para passar mas por outro lado muito bom, chegaremos no mata-mata preparados para qualquer adversário.
Acredito muito que passaremos em primeiro, para isso uma vitória na estréia é OBRIGATÓRIA e se possível com um placar elástico para garantir um bom saldo de gols, que pode ser decisivo.
Sou fã de Didier Drogba, na minha opinião seria titular em qualquer seleção do mundo, CRAQUE. Junto com Emmanuel Eboué, Kolo Touré, Yaya Touré, Salomon Kalou entre outros forma um belo time.
Meu palpite é simples: COM Drogba, Brasil e Costa do Marfim. SEM Drogba, Brasil e Portugal.

Grupo H

Os espanhóis estão jogando o fino da bola, para mim são os favoritos junto com os holandeses. Para ajudar ainda mais a Fúria terá um grupo baba pela frente. Passa em primeiro até com time reserva. Mas eles que abram o olho, muita facilidade no começo pode ser perigoso. Outra vaga fica com a Suíça.

9 de jun de 2010

o maior espetáculo da terra


Finalmente vai começar a Copa do Mundo 2010.
Finalmente acabou aquela fase chata da imprensa tentando cobrir a Copa sem ela ter começado. É tanta falta de notícia que os jornais e tvs do mundo todo tem que criar as matérias do nada, ver notícia e polêmica onde não existe, como o que tentaram fazer na seleção brasileira criando uma briga entre Felipe Melo e Kaká. Aliás isso nada mais foi do que uma tentiva de desestabilizar a sempre favorita seleção canarinho tendo em vista de que partiu da imprensa ITALIANA. Quem acompanha um pouco mais de perto o futebol sabe que os italianos são pra lá de sensacionalistas, a imprensa brasileira é santa perto deles. Uma polêmica com Felipe Melo era tudo que eles queriam já que o meia vem sendo muito criticado lá e foi considerado o pior extrangeiro da CALCIO 2009/10.

Copa do Mundo, evento capaz de promover as maiores peculiaridades.

Teremos logo na primeira rodada um duelo entre a mais badalada seleção do mundo contra a mais misteriosa que já ouvimos falar. Brasil x Coreia do Norte.
99% da população norte-coreana não terá acesso a nenhuma informação sobre a Copa do mundo e apenas os gols da seleção local serão mostrados no país não importa o resultado do jogo. Cada seleção recebeu uma cota de ingressos antes da Copa e os norte-coreanos repassaram essa cota aos chineses para que eles fossem ao estádio torcer pela seleção já que a população não pode sair do país para torcer no estádio. Absurdo, fico imaginando a tristeza e angústia de quem gosta de futebol lá.

Acho que essa copa será marcada por muito equilíbrio, há pelo menos umas 7 ou 8 seleções com chances reais de erguer a taça, e apesar da zebra estar em casa, não acredito que ela aparecerá.
Os maiores craques do planeta estarão frente a frente e todos se conhecem muito bem. 90% dos jogadores jogam na Europa, então sempre se enfrentando ou jogando juntos, daí o grande equilíbrio citado acima.

Essa é uma Copa diferente em todos os aspectos. África, lugar exótico, diferente de tudo que os jogadores já viram e certamente isso fará diferença. Grande oportunidade do futebol africano provar o seu valor, futebol esse que não evoluiu ao longo do tempo como todos achávamos, mas eles estão em casa e certamente terão uma força a mais por isso. Força de um povo alegre que está sempre com um sorriso no rosto não importa o tamanho dos problemas, torcendo e vibrando pelo futebol, pelo espetáculo dentro do gramado, pela oportunidade de verem e serem vistos e não apenas por um time em uma competição. A Copa para eles representa muito mais do que 32 seleções brigando por um título, representa a esperança de um futuro melhor já que o mundo todo estará com seus olhos voltados para eles, talvez de uma forma que nunca esteve antes.
É também uma oportunidade para nós, brasileiros, observarmos e aprendermos, pois compartilhamos de muitos dos problemas da África do Sul e daqui à 4 anos é a nossa vez de receber o segundo maior evento esportivo do mundo.

Brasil, Argentina, Itália, Alemanha, Inglaterra, Holanda, Portugal, Espanha...
Façam suas apostas ! Vai começar o maior evento do futebol mundial !


SEJAM BEM VINDOS A ÁFRICA...

8 de jun de 2010

próxima parada: Copa do Mundo


Goleada brasileira e Kaka em visível melhora, mas nem tudo são flores.
Esses amistosos contra Zimbábue e Tanzânia serviram para dar ritmo de jogo não só para os titulares mas também para os reservas, serviram também para confirmar algumas opiniões deste blogueiro.
Começando com Felipe Melo, completamente perdido em campo hoje, péssimo na marcação e na saída de bola. Sem contar a falta de controle emocional em alguns momentos do jogo, se foi assim em amistosos que dirá na Copa do Mundo.
Outro problema que eu notei no amistoso contra Zimbábue e se confirmou hoje, o lado esquerdo da defesa está com problemas sérios. Embora eu goste muito do futebol de Michel Bastos, ele tem muita dificuldade na marcação, por diversas vezes deixou uma avenida nas suas costas e Juan tinha que sair na cobertura, tivesse um ataque mais forte do outro lado e o Brasil se complicaria muito no jogo.
No meio-campo não gosto do Elano, não faz nada além de cobrar as bolas paradas, escalaria Daniel Alves fazendo uma dobradinha com Maicon pelo lado direito, seria melhor dupla do mundo pela direita. Quanto a bola parada Daniel Alves e Michel bastos podem fazer a função.

Minha seleção ficaria assim:


Não mudaria o esquema tático apenas a forma de jogar e algumas peças, usando o 4-4-2 em losango.
Com Daniel Alves no lugar de Elano e Ramires no lugar de Felipe Melo.
Daniel Alves e Ramires fariam a cobertura quando Maicon e Michel Bastos subissem ao ataque e quando e dupla subisse junto Gilberto Silva faria a cobertura.
Assim, quando Maicon e Daniel Alves subirem juntos, Gilberto Silva cobre o lado direito e Ramires fecha pelo meio, quando Ramires e Michel Bastos subirem Gilberto Silva cobriria o lado esquerdo e Daniel Alves faria a função de Ramires e fecharia pelo meio.
Mesmo que Felipe Melo e Elano pudessem  fazer a mesma função acho que Daniel Alves e Ramires tem muito mais qualidade e criatividade.

É apenas a minha visão sobre a seleção.
Nosso treinador já tem seu time e suas convicções e só nos resta agora torcer para que ele nos traga o tão sonhado Hexa.

7 de jun de 2010

Brasileirão: round 7

Fim de papo no Brasileirão, agora só depois da Copa.
Ainda bem, confesso que ando sem vontade de postar sobre o Brasileirão as vésperas de uma Copa do Mundo.
5 acerto em 7 jogos, me recuperei essa semana.
Destaque para a grande virada do São Paulo sobre o Grêmio, para a goleada do Santos e para a vitória do Ceará em pleno Mineirão.

No Morumbi...
...Dagoberto deu um show, Rogério Ceni idem e o Tricolor se recuperou na tabela.
Nota negativa apenas para mais um penalti perdido pelo capitão são paulino.


No Engenhão...
...Paulo André salvou o Corinthians da primeira derrota no Brasileiro e o Timão vai assistir a Copa na liderança.

No Mineirão...
...grande vitória do Vovô sobre o Atlético-MG. Vale lembrar que o gol foi irregular mas de 1x0 em 1x0 o Ceará já é vice-líder com o mesmo número de pontos do Corinthians mas perde no saldo de gols. O Vovô continua invicto no Brasileirão e com a defesa menos vazada, apenas um gol sofrido.


Na Vila...
... que me desculpem os vascaínos, mas eu cantei essa bola, goleada santista com show de Madson.
falei que ia ter gol acumulado, huehue !


No Beira Rio...
...disposto a não sair de campo derrotado o Palmeiras montou uma parede verde para segurar o ataque colorado, o Inter não achava os espaços e no único ataque que deu no primeiro tempo o time paulista abriu o placar com Lincoln. Perdendo por 1x0 e sem conseguir penetrar a defesa palmeirense o Inter partiu para o abafa e conseguiu empatar apenas no segundo tempo com Giuliano(sempre ele), depois disso foi um bombardeio colorado mas sem sucesso, final 1x1.

No Brinco de Ouro...
...1x0 para o Guarani que quetinho foi subindo e já é o quinto.

No Serra Dourada...
...depois de perder Adílson Batista e Kleber, o Cruzeiro perdeu para o Atlético-GO e já começa a sentir um início de crise. Pedro Paulo aos 39 minutos garantiu a primeira vitória do Atlético na competição.

Bola Cheia
O bola cheia da rodada vai para Dagoberto pelo hat-trick que garantiu a vitória são paulina.

Bola Murcha
O bola murcha vai para o goleiro do Vasco, Fernando Prass, que deu uma bobeira incrível no lance que originou o primeiro gol do Santos.

6 de jun de 2010

No biquinho da chuteira

Série Lances marcantes das Copas

O post de hoje não é apenas um Lance, é um jogo inteiro, um jogo do Penta.
2002, Saitama, Japão.
Semi-final contra a Turquia, um jogo eletrizante que também me marcou muito, lembro com detalhes desse dia.
O jogo estava duríssimo, mas nós tinhamos Ronaldo !

Palpites da rodada

(Foto em homenagem a um grande amigo)

Perdi os jogos de sábado denovo, desculpem o blogueiro, os dias tem sido corridos.
Esse negócio de blog dá um trabalho, a gente dorme e acorda pensando no que vai escrever e sempre temos as melhores idéias quando estamos longe de um computador, é um tormento ! huehue...

Sábado

Vitória 1 x 0 Atlético-PR
Flamengo 1 x 2 Goiás
Avaí 0 x 3 Fluminense

Bela vitória do Fluminense, é complicadíssimo bater o Avaí na Ressacada, ainda mais por um placar tão elástico.

Domingo, 06 de Junho

Atlético-MG x Ceará
Mesmo no Mineirão vou apostar na grande surpresa do campeonato. Vovô 2x1.

Santos x Vasco
Depois de passar em branco na última rodada vai ter gol acumulado na Vila. Santos 4x1.

São Paulo x Grêmio
Tricolor precisa de uma vitória pra se recuperar, nada melhor do que um jogo no Morumbi.
São Paulo 2x0.

Botafogo x Corinthians
Não vai ter jeito, o Corinthians vai ver a Copa invicto. 2x2.

Guarani x Prudente
Vou de Prudente. 2x1.

Atlético-GO x Cruzeiro
Atlético 1x0.

Internacional x Palmeiras
Fator casa vai fazer a diferença. 3x1 Inter.

5 de jun de 2010

Plantão do Lance


Alívio e esperança.
O departamento médico informou que Drogba optou por passar por uma cirurgia para tentar se recuperar a tempo para a Copa, a previsão é de que dentro de dez dias ele possa voltar aos gramados, vamos torcer.

sem comentários

Post para expressar minha revolta com o Sr. Marcos Túlio Tanaka(brasileiro naturalizado japonês que joga na seleção japonesa) um irresponsável que pode ter tirado da Copa Didier Drogba, candidato a craque do mundial.
Pouco me importa se a ausência de Drogba será boa para o Brasil, Copa do Mundo é lugar de craque, é a hora de vermos os maiores nomes do futebol mundial frente a frente.
Se a ausência de Drogba se confirmar o futebol e o espetáculo só tem a perder e as chances africanas diminuem consideravelmente.
Foi uma entrada criminosa para um amistoso.
Muito obrigado Túlio Tanaka, por nos privar de ver o maior craque do futebol africano em ação nesta Copa.
Ainda bem que você não é mais brasileiro, me envergonharia se fosse.

Brasileirão: round 6


Confesso que estou em clima de Copa do mundo e sem muita empolgação para acompanhar essa reta final de Brasileirão pré-Copa.
Ganhei do meu irmão Wolf nos palpites denovo, 5 x 4, mas ele cravou mais placares certos, 2 x 1. Tá ficando boa a disputa, hehe.
Não acompanhei praticamente nenhum jogo, como já falei, o clima de Copa já tomou conta deste blogueiro e também não há como ser diferente a uma semana da Copa, por isso vou comentar apenas os resultados.

Prudente 1 x 0 Atlético-GO
Cantei essa bola, do jeito que tá o Atlético-GO não esquenta lugar na série A.

Fluminense 2 x 1 Vitória
Olho no novo Tricolor de Muricy Ramalho.

Atlético-PR 3 x 2 Botafogo
Botafogo deu mole e o Furacão conseguiu uma virada incrível, Joel já começa a balançar no cargo.

Ceará 2 x 0 Avaí
O Vovô não veiu a passeio na série A.

Palmeiras 0 x 1 Flamengo
Love calou o Pacaembu de novo.
E o Verdão ganhou um presente com a volta do Gladiador, mas atenção, ele tá longe de ser a solução de todos os problemas.

Cruzeiro 0 x 0 Santos
90 minutos sem gols dos meninos da Vila, alerta ligado no Santos depois de algumas apresentações bem abaixo do habitual. Adílson Batista anúnciou a saída da Raposa, pior para o tiime mineiro, Adílson é na minha opinião um dos melhores técnicos do futebol brasileiro atualmente.

Goiás 2 x 1 São Paulo
O melhor elenco do país tá virando uma decepção.

Grêmio 2 x 1 Atlético-MG
Grêmio + Olímpico = vitória

Corinthians 2 x 0 Internacional
Todo mundo tá querendo salvar o centenário do Corinthians.

Vasco 0 x 1 Guarani
Visita indigesta para o Vasco.