"Além dos sinais externos que denunciam - cabelos brancos, cabelo nenhum, rugas, barriga, essas indignidades - as gerações se reconhecem pelos jogadores de futebol que se têm na memória"

Luis Fernando Veríssimo

15 de jun de 2010

Candidatíssima ao título


A estréia que esse blogueiro mais aguardava aconteceu ontem, a Holanda de Sneijder venceu a boa seleção da Dinamarca por 2x0.
Gostei do que vi, levando-se em consideração que era uma estréia de Copa do Mundo contra um adversário relativamnete forte ficou de bom tamanho tanto o placar como o futebol apresentado, que tende a crescer muito à partir de agora.
Quase dois anos sem saber o que é derrota, não perderam NENHUM ponto nas eliminatórias europeias, e não é a toa, como joga essa seleção holandesa, o meio campo toca a bola com precisão, comandados pelo maestro Sneijder e o guerreiro Van Bommel difícilmente erram passes, fazem a bola girar passando por todos os lados do campo, bola de pé em pé, consciente. Muita movimentação também, sempre que alguém recebe a bola já tem um companheiro encostando no apoio, para tabelar ou passando em velocidade para receber a bola na frente.
Os dinamarqueses. apesar de serem uma seleção historicamente ofensiva, vieram com uma proposta bem clara, jogar fechadinho e surpreender nos contra ataques, quase deu certo, marcavam muito bem, sempre com 10 jogadores atrás da linha da bola e levavam perigo nos contra ataques principalmente com Rommedahl, até tomarem o primeiro gol em uma falha do zagueiro Poulsen que cabeceou contra o patrimônio depois de um cruzamento de Van Persie, até então a Holanda tinha muita posse de bola mas não conseguia criar, achar os espaços na boa marcação dinamarquesa. Depois do gol a seleção da Dinamarca teve que sair um pouco mais para o jogo e ai deu espaços para o toque de bola holandês. Elia e Affelay entraram muito bem no jogo dando ainda mais movimentação e velocidade ao ataque e depois de um chute de Elia que parou na trave direita do goleiro Sorensen, Kuyt fez o segundo gol e decretou a vitória holandesa. Poulsen ainda salvou em cima da linha o que seria o terceiro gol holandês.
Faltaram apenas algumas jogadas individuais, principalmente de Sneijder, para o futebol ser ainda melhor, mas passado o nervosismo da estréia isso com certeza vai aparecer.
A Holanda venceu com autoridade e é forte candidata ao título, para mim favorita junto com Espanha e (depois do que apresentou na estréia) Alemanha.
E detalhe, tudo isso ainda sem Robben em campo.

Espero que o Dunga tenha prestado bastante atenção.

Acompanhei também Japão 1 x  0 Camarões, o outro jogo desse grupo e não merece nem post.
Jogo feio, péssimo futebol. Camarões esqueceu o futebol em casa e Japão como sempre é apenas uma seleção muito disciplinada taticamente, se você perdeu pode ficar tranquilo, se deu bem.

PS: Outra belíssima camisa nesta Copa a da Holanda. Nike é Nike né.

Um comentário:

Jessica Corais disse...

A Holanda jogou muito bem e ainda pode jogar muito mais, isso é que é interessante.

É um time recheado de ótimas opções.A entrada do Elia no segundo tempo, por exemplo, foi ótima.

Agora, a Holanda tem fama de ir muito bem no início e depois cair, pelo bem do ótimo futebol, tomara que isso não aconteça.

Muito legal o blog, parabéns

Grande abraço!

Jessica Corais