"Além dos sinais externos que denunciam - cabelos brancos, cabelo nenhum, rugas, barriga, essas indignidades - as gerações se reconhecem pelos jogadores de futebol que se têm na memória"

Luis Fernando Veríssimo

26 de jun de 2010

Não teve graça nenhuma


0x0 o resultado mais sem graça do futebol. Claro que ninguém gostou, o torcedor sempre espera gols e uma boa atuação da seleção brasileira mas por outro lado foi bom, pelo futebol apresentado o empate ficou de bom tamanho e ainda atingimos o objetivo de nos classificarmos em primeiro em um grupo bem complicado.
Carlos Queiroz mostrou ontem que daria um baile em Dunga se fosse Copa do Mundo de xadrez. Mandou Portugal a campo em um 4-3-3 disfarçado de 4-5-1 quando o time perdia a bola. Duda(Simão) e Danny voltavam para compor o meio neutralizando as melhores armas ofensivas do Brasil que são as jogadas pelos lados do campo obrigando a saída de bola brasileira a passar por onde tem menos qualidade que são os volantes Gilberto Silva e Felipe Melo(Josué)


Portugal jogava de forma bem compacta no primeiro tempo marcando atrás da sua intermediária dando muito campo para a equipe brasileira, com isso os defensores do Brasil avançavam demais e davam espaço para o contra ataque luso, Lucio por diversas vezes avançou para jogar como um volante deixando Cristiano Ronaldo no mano a mano com Juan. O Brasil não conseguia furar o paredão formado por Queiroz e as melhores chances de gol no primeiro tempo foram de bolas alçadas na área.
Na volta do intervalo só Portugal entrou em campo. Precisando do resultado os portugueses saíram mais para o jogo e o meio campo brasileiro que pouco fez no primeiro tempo desapareceu por completo no segundo.
Dunga foi muito mal ontem, viu o Brasil ser dominado em campo e nada fez para mudar o panorama do jogo além de ficar gritando como um torcedor histérico na lateral do campo.
Quando o atacante tem que voltar até o meio campo para buscar jogo ou o zagueiro tem que avançar ao campo de ataque para armar o time algo está errado. Dunga demorou demais para mexer e quando o fez, fez errado.
Julio Batista mostrou que não tem condições de substituir Kaká, ontem era jogo para Robinho, o único com talento suficiente para fazer uma jogada individual e furar o bloqueio imposto por Portugal. Sem Robinho caindo pelo lado esquerdo Michel Bastos fica completamente isolado e as jogadas de ataque do Brasil ficam concentradas todas pelo lado direito com Maicon e ontem Daniel Alves.


O mundo todo já sabe como jogar contra o Brasil, basta dar campo e obrigar a seleção brasileira a tomar a iniciativa e ditar o ritmo da partida. O Brasil de Dunga não sabe jogar dessa forma e se ele não fizer algo rápido teremos muita dificuldade no mata-mata, apesar de que nas oitavas-de-final El loco Bielsa deve mandar o Chile vir para cima do Brasil dando muito espaço para o contra-ataque, do jeito que essa seleção gosta.

3 comentários:

makaco disse...

fala proce,o goleiro portugues mando bem demais :D

Claudio Henrique disse...

Um dos jogos mais "sem sal" que já vi nessa Copa, só perde para Uruguai e França no primeiro dia do torneio.

Abraços.

ando_ricardo disse...

Decepcionante pra nós e bom pra eles, porque o que eles se propuseram a fazer funcionou....abre o olho Dunga!!!