"Além dos sinais externos que denunciam - cabelos brancos, cabelo nenhum, rugas, barriga, essas indignidades - as gerações se reconhecem pelos jogadores de futebol que se têm na memória"

Luis Fernando Veríssimo

29 de jun de 2010

Perigo à caminho do Hexa

Autoridade. Essa é a palavra para definir as vitórias de Holanda e Brasil pelas oitavas-de-final da Copa do Mundo.
Não foi nenhum espetáculo de ambas as equipes mas foram vitórias muito convincentes.
Brasil e Holanda controlaram seus jogos durante os 90 minutos em dia inspirado dos grandes craques das equipes. Robben e Sneijder pela Holanda e Kaká pelo Brasil desequilibraram as partidas.


Encho a boca(ou melhor os dedos) para dizer(ou melhor escrever) que faz muito tempo que eu peço exatamente a escalação que foi a campo ontem, para quem não acredita pode procurar o post "Próxima parada: Copa do Mundo". Nele eu escrevi a minha opinião sobre a melhor formação para a seleção com as peças que Dunga levou para África, exatamente a formação que foi a campo ontem, um 4-4-2 em losângo com Ramires e Daniel Alves. Resultado: melhor jogo do Brasil na Copa.(modéstia parte)
Ramires melhorou demais a saída de bola e a movimentação do meio campo da seleção e com Kaká em plena ascensão vamos fortes para enfrentar a Laranja Mecânica.


A Holanda venceu e venceu bem. Sempre fui muito fã da escola holandesa, alguns dos jogos que mais me marcaram em Copas são contra a Holanda, uma seleção que sempre priorizou o futebol, a maior preocupação deles sempre foi jogar bola e dar espetáculo e o preço dessa preferência é não ter uma Copa do Mundo no currículo.
Mas parece que dessa vez é diferente, muitos me questionam que eu elogio muito e eles só vencem pelo placar mínimo, 1x0, 2x1...
A diferênça é que dessa vez eles vieram para ganhar, o que os torna muito mais perigosos. Por diversas vezes nessa Copa eles estão abrindo mão de golear para garantir a vitória, tiveram o controle de todos os jogos que fizeram até aqui e possuem jogadores que em um lance decidem a partida. O primeiro gol ontem foi uma pintura dos craques Sneijder e Robben, com a marca dos dois, um passe magistral do camisa 10 para a corrida de Robben que cortou pro meio e bateu de canhota entre três zagueiros, golaço !


Sempre afirmei que minha grande aposta para a Copa era a Holanda, um timaço que me agrada muito assistir e agora eles estão no caminho do Hexa.
Sexta-Feira, 11 horas da manhã(da noite para mim huehue)
O encontro está marcado e com certeza será mais um jogo para ser contado nos livros de história.

Um comentário:

makaco disse...

Fala proce...
Acho que o dunga andou lendo uns blogs por ai :P