"Além dos sinais externos que denunciam - cabelos brancos, cabelo nenhum, rugas, barriga, essas indignidades - as gerações se reconhecem pelos jogadores de futebol que se têm na memória"

Luis Fernando Veríssimo

30 de jun de 2010

Tecnologia no Futebol

Depois dos erros grotescos que prejudicaram Inglaterra e México nas oitavas-de-final está reaberta a discussão sobre o uso ou não da tecnologia no futebol, mais especificamente o uso de um chip na bola que mandaria um sinal ao juiz ao cruzar a linha do gol.
Todos são livres para terem suas opiniões, eu sou contra. Já sofri e já comemorei erros como esses antes diversas vezes, desde que o futebol é futebol as coisas são assim e parte da emoção e da graça do futebol provém das discussões e polêmicas de lances como esses.
Quanto ao argumento de muitos que devemos discutir o jogo, os jogadores, as jogadas e não a arbitragem, ora, discute a arbitragem quem quer, é apenas mais um assunto nas rodas dos boleiros, o bom futebol, os grandes jogadores, as táticas, está tudo aí para quem quiser debater sobre eles.
O que aconteceu com a Inglaterra foi algo atípico, aquele erro foi realmente gritante, mas o uso de tecnologia acabaria com discussões como a daquele chute da Itália contra a Eslováquia nesta mesma Copa  que o zagueiro tirou em cima da linha e que nunca poderemos afirmar se entrou ou não, lances como esses rendem histórias por muito tempo e ajudam a marcar na cabeça das pessoas jogos inesquecíveis.
Histórias como a de 66 que tanto foi lembrada no jogo entre alemães e ingleses não existirão mais e o futebol perderia parte da sua essência.

Melhor seria um quinto árbitro atrás do gol, pois estes seriam passíveis de erros assim como juízes e bandeirinhas, e o futebol não perderia em espontaneidade e autenticidade, mas não algo tão mecânico e robotizado como chips e sensores.
Já imaginaram as equipes parando o jogo pedindo para ver o replay do lance ?! eu prefiro nem pensar.

O futebol não poder ser uma ciência exata, deixaria de ser apaixonante.
Espero sinceramente que a FIFA mantenha sua posição de ser contra para o bem do futebol.

2 comentários:

Guilherme Cunha disse...

Futebol moderno ainda na idade da pedra. É foda mas é verdade!! =(

[Wolf] Paulo Nishimoto disse...

Sou a favor da tecnologia.
Sem ela nem sempre o melhor time ganha.
E outra,sem a tecnologia se da muita bracha para os pilantras do futebol.
Se comecarem a usar os recursos
(Chip e cameras) com certeza os escandalos envolveldo juizes e assistentes vai a zero no futebol mundial.
Respeito outras opinioes tbm.
Só coloquei o meu ponto de vista.