"Além dos sinais externos que denunciam - cabelos brancos, cabelo nenhum, rugas, barriga, essas indignidades - as gerações se reconhecem pelos jogadores de futebol que se têm na memória"

Luis Fernando Veríssimo

22 de jul de 2010

Leão descontrolado


Não acompanhei o jogo por motivos de trabalho e estudo mas nada justifica o ocorrido no fim da partida entre Vitória x Goiás, uma confusão generalizada criada por quem mais deveria ter a cabeça no lugar, por quem deveria passar experiência e tranquilidade aos jogadores, o treinador.
Emerson Leão é um treinador em decadência, a tempos vem rodando em times de menor expressão sem conseguir fazer um bom trabalho.
Nunca gostei do seu estilo, arrogante e autoritário descarta jogadores por pura vaidade.
Quem acompanha o futebol um pouco além dos 90 minutos sabe, Leão NUNCA fica satisfeito com a arbitragem. Concordo que a qualidade da arbitragem atualmente não é boa, no mundo todo, vide Copa do Mundo, mas também não é assim.
Os times de Emerson Leão nunca perdem por incompetência, por superioridade do adversário e muito menos por culpa dele, treinador, é sempre culpa da arbitragem. Não importa o que aconteça Leão sempre mostra suas garras para o trio de arbitragem nas entrevistas coletivas.
Hoje o treinador do Goiás passou dos limites, partiu para cima de árbitro, imprensa, todos, e pior que isso, levou seus atlestas consigo, afinal, que atitude você espera de quem vê seu "professor" fazer o que Leão fez hoje ?
Todos sabemos que a imprensa não é santa, mas não é na pancadaria que se resolve, um profissional do futebol não pode agir dessa forma, mais ainda um treinador que é quem deveria dar o exemplo.
Resultado: voz de prisão para o técnico e para o atacante Esmeraldino Rafael Moura.

E onde estava a segurança do estádio ?

Nenhum comentário: