"Além dos sinais externos que denunciam - cabelos brancos, cabelo nenhum, rugas, barriga, essas indignidades - as gerações se reconhecem pelos jogadores de futebol que se têm na memória"

Luis Fernando Veríssimo

7 de jul de 2010

Eu avisei

32 anos depois a Holanda está em uma final de Copa do mundo.
Timaço, bom futebol, craques fazendo a diferença e final merecida.
Falar de Sneijder é chover no molhado, C-R-A-Q-U-E. Sou fã declarado do camisa 10 da Holanda e qualquer um que aprecie o bom futebol deve ser também, eleito craque pela FIFA em 4 dos 6 jogos, está fazendo uma belíssima Copa, armando o time e fazendo muitos gols, coroando um ano perfeito para ele que venceu tudo que podia com o Inter de Milão.
Sneijder vai comandando uma geração que está entrando para história do futebol holandês aliando grande futebol com vitórias históricas, mais uma vitória no dia 11 e essa será a melhor Holanda de todos os tempos e Sneijder se tornará o maior ídolo do futebol holandês.


Completo já seria difícil, com três desfalques importantes então complicou demais. Lugano, Suarez e Fucile fizeram muita falta ao time uruguaio que não conseguiu resistir a superioridade técnica da Holanda.
Forlán jogou no sacrifício e merece aplausos, fez uma Copa fantástica, chamou a responsabilidade e comandou o Uruguai em uma grande campanha de orgulhar qualquer uruguaio.


Fim do sonho pelo tri campeonato, mas a Celeste sai de cabeça erguida, com a certeza de ter resgatado a tradição e o respeito do mundo pela seleção uruguaia.

Nenhum comentário: