"Além dos sinais externos que denunciam - cabelos brancos, cabelo nenhum, rugas, barriga, essas indignidades - as gerações se reconhecem pelos jogadores de futebol que se têm na memória"

Luis Fernando Veríssimo

30 de ago de 2010

Aviso aos leitores

Venho por meio desta(nossa, sempre quis usar isso) comunicar aos meus, não sei se muitos, mas queridos leitores que a partir das próximas semanas vou começar a escrever para a maior revista brasileira do Japão.
Se você é brasileiro e está em terras nipônicas com certeza conhece a revista ALTERNATIVA.
A revista está produzindo um novo site e este humilde blogueiro foi convidado a escrever sobre futebol e está muito feliz e honrado em aceitar. É um sonho se realizando.
Claro que terei que priorizar esse trabalho mas o "De Olho no Lance" não vai parar, sempre que possível continuarei atualizando o blog, então não parem de acessar, prometi que os deixaria por dentro dos principais campeonatos do mundo e farei o possível para cumprir essa promessa.
O site ainda está em construção mas assim que estiver no ar postarei o endereço aqui para que todos possam acompanhar.

Muito obrigado a todos que acompanham o "De Olho no Lance", tenho recebido um reconhecimento muito legal e nada me deixa mais feliz.

Giro pelo mundo

Estreia de gala do Barcelona no campeonato espanhol, com direito a show e golaços.(que novidade!)
Um dia depois da saída de Zlatan Ibrahimovic, a contratação mais cara da história do clube, o substituto, David Villa, já mostrou que o sueco não deixará tantas saudades assim.




Enquanto isso o rival Real Madrid não saiu do zero com o Real Mallorca...




Na Itália, Ronaldinho, Pato e Thiago Silva prepararam as boas vindas de Ibra em grande estilo...




A Velha Senhora não estreou bem na Calcio 2010/11.
Já sem Trezeguet e Diego mas com as estreias de Milos Krasic, ex-CSKA, e o atacante Fabio Quagliarella, ex-Napoli foi derrotada pelo Bari fora de casa.




Hernanes perdeu a primeira com a camisa do Lazio, o brasileiro até jogou bem mas seu time acabou derrotado pelo Sampdoria.




Na França o atual campeão OM ficou no empate com o Bordeaux.




Quando o seu time faz 3 gols em uma partida o que você imagina ?
"Ah, goleou, venceu, só alegria"
Hoje, pela Bundesliga, o Bayer Leverkusen mostrou que não é bem assim. Fez 3, mas levou 6 e saiu de campo goleado.



Que coisa hein Ballack ?!


E o Borussia Dortmund bancou o visitante mal educado...



29 de ago de 2010

Giro pelo mundo

Mesmo não sendo o objetivo principal do blog(dar notícias) a partir de hoje lançarei a série "Giro pelo mundo" com os gols e lances dos jogos dos principais times do mundo. Acredito que a grande maioria dos leitores do blog, senão todos, tenham acesso ao campeonato brasileiro e aos telejornais, logo podem ver e acompanhar tudo que rola nos gramados pelo Brasil, mas apesar da internet, nem todos tem acesso ao futebol internacional, as vezes por não saber onde ver ou procurar, então adicione o "De Olho no Lance" nos "favoritos" pois ele vai deixá-los por dentro dos principais campeonatos do mundo,  claro que fica difícil postar todos os jogos de todas as ligas, mas ao menos os principais times, onde jogam os principais astros do futebol mundial vocês poderão encontrar aqui.


Depois de 1100 minutos de jejum, Wayne Rooney se reencontrou com o gol na vitória dos Diabos Vermelhos sobre o West Ham com direito a golaços e lindos lances.
Manchester United é a grande aposta deste blogueiro para a temporada.



Como joga esse time, meu Deus...


O Chelsea jogou pro gasto, mas já demonstra que vai brigar pelo Bi até a última rodada, destaque para estreia de Ramires com a camisa do atual campeão inglês.




Apesar de não conseguir fazer frente aos gigantes da Europa nos últimos anos gosto muito do time do Arsenal, rápido, habilidoso e do esquema de jogo usado por Arsene Wenger com Walcott aberto na direita e o ótimo Arshavin na esquerda, me agrada bastante de ver e até de "usar"(no game hUEhuE).
Venceu mais uma...



Theo Walcott tá jogando muito.


Na estreia do campeonato espanhol o Valencia venceu o Malaga fora de casa, David Silva e David Villa vão deixar muitas saudades.



Outras duas notícias me chamaram a atenção no futebol espanhol, ambas envolvendo o atual campeão Barcelona.
Ibrahimovic está de malas prontas rumo ao AC Milan. Pior para os espanhois, melhor para os italianos, Ibra dará outra cara ao ataque rossonero, fará uma dupla no mínimo interessante com Alexandre Pato e se encontrar um Ronaldinho inspirado pode dar muito certo.
Enquanto Ibra vai, Mascherano vem. O volante argentino foi um pedido de Pep Guardiola, que aliás foi o responsável pela saída de Ibrahimovic, não acho que tenha bola para ocupar um vaga no meio de campo catalão.
Pep dispensando Ibra e pedindo Mascherano...
Enquanto isso no rival Real Madrid Mourinho pede Özil, Dí Maria, Khedira entre outros e dispensa Guti, Raúl...
Que diferença !


Diego voltou ao futebol alemão e reestreou com uma derrota incrível...




E o Schalke 04 perdeu mais uma...




E na França o super campeão Lyon perdeu jogando fora...



26 de ago de 2010

Reconhecimento de um ídolo, eterno !

Ronaldinho foi convidado a sair na foto oficial do time espanhol

Sem palavras para definir o que foi feito em homenagem a Ronaldinho Gaúcho ontem no Camp Nou.

De arrepiar

Ronaldinho foi ovacionado por 80 mil torcedores do Barcelona ao entrar em campo, foi aplaudido por todos os jogadores e teve um vídeo exibido no telão do estádio com seus melhores momentos vestindo a camisa azul grená.

Um reconhecimento merecido a quem, considerado por muitos inclusive o atual presidente do clube, foi principal responsável pela volta do Barcelona ao topo da Europa, a quem resgatou o respeito e o temor dos adversários pela equipe catalã.
Ronaldinho viveu seu auge no clube espanhol, encantou o mundo e foi eleito melhor jogador do planeta com a camisa 10 azul grená.
Se transferiu por opção ao Barcelona em uma época que o clube espanhol vivia uma crise sem fim, e Ronaldinho tinha propostas de gigantes como o Manchester United.

Que sirva de lição a clubes e principalmente torcidas brasileiras que hostilizam quem um dia foi ídolo apenas por ele estar vestindo uma camisa diferente.


Mas a maior homenagem ainda estava por vir...



Ah sim, vocês querem ver o jogo né...



(O Link abaixo é de uma reportagem feita pelo jornal da globo sobre a homenagem, quem quiser conferir, vale a pena)
http://g1.globo.com/jornal-da-globo/noticia/2010/08/bate-papo-esportivo25082010.html )

O Fluminense agradece

Depois de várias rodadas finalmente este blogueiro conseguiu acompanhar um jogo inteiro, ao vivo, do Brasileirão.
Bom jogo no Parque do Sabiá entre Cruzeiro e Corinthians, ao menos para quem gosta de táticas.

Duas palavras resumem bem o que foi a vitória mineira, competência e sorte.
Sorte nas inumeras chances de gol desperdiçadas pelo time paulista, quanto a competência, bom, essa explicação é um pouco maior.

O argentino parece não encontrar maiores dificuldades para se adaptar ao futebol brasileiro, quem sabe sabe.

O Cruzeiro achou o seu gol logo aos três minutos de jogo, em um belo chute do argentino Montillo. Não sei o que foi conversado antes da partida mas um gol tão cedo sempre acaba mudando o planejamento.
Como a fase do time mineiro não é boa e praticamente começando o jogo em vantagem, a Raposa atrasou sua linha de marcação, anulou os laterais e os principais homens de criação do Corinthians, deixando a saída de bola a cargo de quem tem menos qualidade para isso, a dupla de zaga do Parque São Jorge, e ficou esperando os contra ataques.
O Corinthians não conseguia criar os espaços mas mesmo assim ainda teve a chance de empatar 5 minutos depois em um pênalti, mas aí a sorte do time mineiro se aliou a competência do ótimo Fábio e a incompetência de Bruno Cesar, que bateu muito mal.
O desenho do jogo foi o mesmo até o fim, o Corinthians com a posse de bola e o Cruzeiro saindo rápido nos contra ataques.
A Raposa fez um jogo quase perfeito táticamente, muito bem postada em campo, marcou incansávelmente os 90 minutos, ao Corinthians faltou mais movimentação dos homens de frente e criatividade dos homens de meio campo.

Destaque do jogo: Henrique
Sou um admirador do volante do Cruzeiro há algumas temporadas já, joga demais. É ótimo na marcação, chega muito bem ao ataque e tem um chute poderoso. Jogou como primeiro volante hoje, cão de guarda da defesa, e anulou Bruno Cesar e Elias, que nem viram a bola.

25 de ago de 2010

O perigo da soberba

"Chegar no topo é fácil, difícil é manter-se lá"
A frase é antiga, não sei se chega a ser um dito popular, mas é amparada pela razão.
É impossível manter-se no topo sem estar atento a tudo que acontece ao seu redor, seja você uma pequena ou grande empresa ou um simples funcionário galgando degraus em sua carreira, e isso serve é claro aos clubes de futebol.
Renovação constante é uma obrigação para quem deseja andar lado à lado com o sucesso.

O São Paulo sem dúvida alguma chegou lá, algumas vezes, e na mais recente até conseguiu se manter por um certo tempo, afinal, desde 2005 o clube do Morumbi vem disputando e vencendo os títulos mais importantes do país, mas a tal da renovação citada acima, tão fundamental para o sucesso contínuo não veio, e o clube que era uma referência, extra-campo, no Brasil, começa a passar vergonha.

No meu modo de ver o problema são paulino vai muito além de Ricardo Gomes ou Sergio Baresi, o São Paulo necessita de uma reformulação de diretoria e não de elenco ou comissão técnica.
Não sou contra pessoas de mais idade em cargos administrativos importantes, desde que esta tenha uma cabeça aberta para aceitar novas realidades e faça proveito da sua experiência para aperfeiçoar as novas filosofias de trabalho, o que não é o caso da atual diretoria do clube do Morumbi

O São Paulo precisa de gente nova, que chegue com novas iniciativas, ações de marketing inovadoras, enfim, voltar a ser o que sempre foi.
Leonardo, ex jogador do próprio São Paulo, é o nome certo para essa renovação.
Conhece muito bem o clube, atualizado e com experiência no exterior, pode ser um elo de ligação importante com grandes clubes europeus, parcerias, etc.

A diretoria que sempre se vangloriou de ser diferenciada em termos administrativos e de planejamento parece que parou no tempo e não percebeu que o país mudou, cresceu, e junto com ele o futebol e a maneira de se conduzir uma instituição do tamanho do São Paulo Futebol Clube.

A fama de clube bem relacionado com federações e clubes nacionais e internacinais já não existe mais, o atual mandatário Tricolor, Juvenal Juvêncio, vem colecionando desafetos, se indispondo com clubes, FPF e CBF fazendo o São Paulo ser odiado por todos, sem se dar conta que isso dificulta e muito a vida do clube.

Se o ano é ruim dentro de campo, fora dele é bem pior.
A atual administração são paulina fracassou em praticamente tudo. Apenas para citar alguns exemplos:
O projeto Morumbi 2014 foi por água abaixo(boa parte devido ao citado no parágrafo acima), o tão sonhado patrocínio de 40 milhões ficou só no sonho mesmo, JJ não conseguiu sequer fechar um patrocínio fixo, vem utilizando o patrocínio de "jogo a jogo" com contratos curtos de 5 ou 6 jogos de duração.
A política de contratações também foi ineficaz, a economia do país cresce a cada ano enquanto a economia europeia está estagnada, com isso o futebol brasileiro ganha a chance de crescer, os clubes investem, a qualidade dos times sobe e a política de contratações a custo zero não funciona mais.
Apenas a diretoria do São Paulo não percebe.

No futebol atual, quem não investe, não vence.

Está na hora de descer do pedestal e reconhecer os erros, não adianta se enganar, boa estrutura e salários em dia são importantes mas são apenas alguns ingredientes da receita.

Hoje a realidade do clube é a luta contra o rebaixamento, algo que não é comum pelos lados do Morumbi, mas em um campeonato de 20 clubes, tão disputado, onde 4 caem, TODOS tem que ter medo e viver sempre em alerta, porque quando alguém cochilar achando que está imune ao rebaixamento, acordará na série B.

24 de ago de 2010

Show para o Sheik

O Manchester City nem tomou conhecimento do rival Liverpool em jogo válido pela segunda rodada do campeonato inglês, 3x0 com autoridade para a alegria do milionário dono do clube Mansour bin Zayed bin Sultan Al Nahyan.



Robinho não foi nem relacionado para o jogo porque negocia sua transferência para o possante futebol turco.
Apesar de ser admirador do futebol dele, na minha opinião Robinho é a grande decepção brasileira na Europa nos últimos anos.
Na época que foi vendido ao Real Madrid muitos, inclusive este que aqui escreve, davam como certo de que Robinho seria em pouco tempo um astro do futebol mundial e melhor jogador do mundo, mas o menino da Vila se deslumbrou com os dólares e o glamour, se mascarou e agora sua arrogância e sua atitude de jogador mimado, ambos talvez já superados, estão levando-o ao PODEROSO futebol turco.
Infelizmente o tempo não volta, Robinho fez as escolhas erradas e sua carreira tomou um rumo bem diferente do que poderia ter sido.
Forçou sua saída do Santos, onde era ídolo, encantado com a grife Real Madrid, sem sucesso no clube merengue forçou nova tranferência dessa vez crente que iria para o Chelsea, acabou no aprendiz de time grande Manchester City, clube que mais joga dinheiro fora no mundo.

Para azar do rei das pedaladas, Neymar não veio antes para mostrar como se faz.

O Liverpool também teve desfalque por conta de negociações.
Mascherano negocia sua ida para o Barcelona. Acho o argentino um bom jogador e nada mais, muito pouco para fazer parte de um meio campo como o do time catalão, mas foi um pedido de Pep Guardiola, deve saber o que está fazendo.
Se era para tirar um meio campista do Liverpool, eu no lugar de Pep pediria o brasileiro Lucas, menos grife logo mais barato e mais jogador.

23 de ago de 2010

O domingo no futebol

6x0 tá na moda na terra da rainha, depois de Chelsea(2 vezes) e Arsenal, hoje foi a vez do Newcastle, que acabou de voltar da segundona inglesa, golear. A vítima da vez ? Aston Villa...



Alguém precisa avisar o Carew que era pênalti, não tiro de meta.


Na França o Bordeaux venceu o clássico contra o PSG pelo alto...




E na Itália, Hernanes estreou muito bem pelo Lazio. Sofreu pênalti, fez gol e deu assistência...




No Brasil o domingo também foi agitado.
O Corinthians atropelou no Majestoso e o clássico carioca foi ótimo...



Sempre que me perguntam sobre o Brasileirão eu costumo dizer que só no returno é que a gente pode começar com os "achismos", por isso na virada do turno farei um post com uma análise mais detalhada sobre o Brasileirão.
Só um palpitezinho de momento:
Avaí ou Ceará, um dos dois estará na Copa Libertadores do ano que vem.

22 de ago de 2010

E a temporada está só começando...

Pra quem não viu...



Entra ano e sai ano, entra técnico e sai técnico e a rotina de títulos do Inter de Milão não para.
Campeão da Supercopa. E na próxima sexta-feira tem mais uma final, Supercopa Europeia contra o Atlético de Madrid.

A tarefa do Colorado em dezembro é duríssima

E por falar em rotina...



Perdeu o primeiro jogo por 3x1 ?
Nada demais pra quem tem Messi, Hat-Trick e fim de papo.

Ser torcedor, olhar para a foto do seu time e ver esses caras deve ser coisa de outro mundo

6x0...
6x0...
Chelsea tá jogando a Premier ou tá treinando ?

Anelka fez dois na segunda goleada em duas rodadas da Premier League

Arsenal 6 - 0 Blackpool
E tem gente que não concorda quando dizem que o Brasileirão é bem mais difícil.
A força dos times europeus parece a distribuição de renda do Brasil, pra lá de desigual.



Só para registrar, Show de Walcott.
E o que foi o segundo gol do Tottenham ? (segundo jogo do vídeo)



2 rodadas e 2 derrotas. Depois de ser campeão de olhos fechados no ano passado, o Benfica(Portugal) começa a Liga Sagres muito mal. Que falta fazem Ramires e Dí Maria hein...

Pela Bundesliga...



Ruud van Nistelrooy ainda tem faro de gol.


No Brasil uma frase em especial me chamou a atenção no sábado de futebol:
Renato Gaúcho garante à torcida: ´O Grêmio vai sair desta situação´
Eu já vi esse filme, algumaS vezeS ! UEHuhehUEhuhe..

Destaque também para a vitória do Botafogo. 1x0 no ótimo Avaí.
O Fogão 2010 é uma versão que há muito não aparecia em General Severiano. Um time que chama a sua torcida, dentro de campo.
Joel Santana e Botafogo será sempre um casamento bem sucedido.

21 de ago de 2010

Belas Lembranças

Philippe Coutinho e Fernandinho(Shakhtar Donetsk) são as maiores novidades da segunda lista de Mano Menezes como técnico da seleção brasileira.
Philippe Coutinho dispensa apresentações, garoto revelado pelo Vasco que foi recentemente para a Itália defender o Inter de Milão. Garoto que joga um futebol de gente grande.


Fernandinho ex-Atlético-PR[foto] talvez muitos não se lembrem, é um meia atacante que joga demais. Rápido, habilidoso e inteligente defendeu, e fez o gol do título, a seleção sub-20 no Mundial em 2003.
Foi vendido, se eu não me engano, em meados de 2005 após a final da Libertadores da América e vem acumulando títulos lá fora desde então.
Fernandinho foi muito bem lembrado, merece a chance, prova de que o atual técnico da seleção brasileira não só entende, e muito, de futebol como também acompanha tudo que acontece no mundo da bola.

Mano Menezes provou com essa lista que a anterior não foi para agradar povo e crítica, o técnico está adotando uma linha de trabalho interessante, não está mesclando a garotada com a base da seleção dos últimos anos(Lucio, Juan, Kaká, Luis Fabiano, Júlio César), está formando uma seleção inteiramente nova, desde a sua base, para depois talvez chamar um ou outro "medalhão" de volta.

Mas pela bola que a garotada vem jogando, quem foi corre um sério risco de não voltar mais.

20 de ago de 2010

Diga à Vila que eu FICO



Antes de entrar no assunto do post gostaria de fazer uma nota em homenagem ao meu amigo Ricardo, torcedor do verdão, que praticamente cobrou um post sobre o jogo de hoje. Infelizmente não pude acompanhar por isso me abstenho de qualquer comentário sobre a partida, mas o placar foi espetacular. Na base da raça e do coração o Palmeiras conseguiu o improvável, 3x0 no ótimo time do Vitória, e avançou para fase internacional da Copa Sul-Americana.
Aos poucos a presença de Felipão no comando do time começa a ficar visível, afinal, que técnico é mais copeiro do que o "Big Phil" ?

Destaque também para a belíssima homenagem da torcida para os 500 jogos do São Marcos, nem imagino a emoção de um jogador ao entrar em campo e se deparar com isso:

Ué, O Pacaembu não é a casa do Corinthians ?

Mas a notícia do dia é sem dúvida o "fico" de Neymar. Não vou ficar aqui argumentando o mesmo blá blá blá de sempre de que é muito cedo, que ainda não tem maturidade para sair e coisa e tal, isso todos já sabem e estão cansados de discutir.
O que interessa é que a decisão do garoto tem uma importância abissal e pode ser um divisor de águas no futebol brasileiro que finalmente pode aprender que a exportação de craques a qualquer hora e a qualquer preço não é sempre a única e melhor saída. Perder nossos talentos para mercados como Ucrânia, Turquia, Austria não faz o menor sentido.

Luís Álvaro, presidente do Santos, também merece os créditos, tratou logo de oferecer uma série de vantagens ao garoto para ao menos diminuir o brilho da proposta milionária do Chelsea.



O bom momento econômico do país e a estagnação da economia europeia certamente contribuem para a manutenção dos nossos craques, mas o mais importante é que parece que finalmente os clubes estão se conscientizando e buscando alternativas para que o "fico" seja possível, sem se importar com o dinheiro em primeiro lugar.

Neymar fica.

Ganso também.

Fred renovou com Fluminense.

Deco, Belletti, Valdívia, Maicossuel, Tinga, Rafael Sóbis, Ricardo Oliveira, Roberto Carlos, Keirrison, Ronaldo, Deivid, Diogo... todos estão de volta.

O futebol brasileiro agradece.

18 de ago de 2010

Um toque de Mourinho


Embora não possa afirmar que o grande responsável pelo belo início de temporada, extra campo, do Real Madrid seja o comandante português, tenho lá minhas desconfianças, porque ao menos nas contratações, os merengues vão muito bem obrigado.
Özil [foto] é o novo reforço do time de Mourinho, time esse que começa, ao menos no papel, a ficar interessantíssimo.
Com a lesão de Kaká, a revelação da Copa chega provavelmente para ser titular, no MEU Real Madrid pelo menos seria titular absoluto.
O "Mágico de Özil" joga demais. Consciente, de cabeça erguida, pode jogar centralizado orquestrando o time ou caindo pelos lados. É CRAQUE.

Eu montaria o Real em um 4-2-3-1 com Khedira e Xabi Alonso de volantes e Cristiano Ronaldo e Dí Maria chegando de trás, com apenas Benzema no comando do ataque funcionando como um pêndulo. Dessa forma:


Com a volta de Kaká quem perderia o lugar seria o argentino Dí Maria, deslocando Özil para a esquerda com Kaká no centro.
A linha de trás seria Sergio Ramos, Ricardo Carvalho, Pepe, Marcelo e claro Casillas no gol.
Mourinho conta ainda com muitas, e ótimas, opções no banco: Diarra, Van der vaart, Higuaín, Gago entre outros.
Se dará resultado é impossível saber, fato é que há muito tempo o Real Madrid não começava uma temporada com perspectivas tão boas. Pep Guardiola e seus comandados que se cuidem.

17 de ago de 2010

The Chance

No futebol, como na vida, é necessário perseverança para chegar onde se deseja, e um pouco de talento claro.
Alguns possuem muito talento, perseverança para correr atrás dos seus sonhos, mas lhes faltam oportunidade.
Por isso, quando a oportunidade lhe for oferecida, agarre-a sem hesitar, você nunca sabe quem pode estar observando.

14 de ago de 2010

Respeitem o Fenômeno

Confesso que também me surpreendi quando vi a foto de Ronaldo em um treino do Corinthians essa semana.


A forma física do Fenômeno é realmente absurda para um atleta profissional, mas absurdo mesmo é a falta de respeito dos jornais internacionais. Curiosamente o "As" (Espanha) e o "Gazzetta dello Sport" (Itália), dois países onde Ronaldo já foi Rei e proporcionou muitas alegrias.
Ronaldo é um dos grandes nomes da história do futebol e sempre será. Maior artilheiro da história das Copas e idolatrado por todos os clubes onde passou, FENÔMENO. Tem uma carreira marcada por muitas reviravoltas, mais de uma vez mostrou um poder de superação enorme quando ninguém mais acreditava.
Talvez Ronaldo consiga dar a volta por cima denovo, talvez ele tenha chegado ao limite das suas forças e seja mesmo a hora de parar, mas não cabe a nós julgar isso. A nós, torcedores ou imprensa, resta ter em mente RESPEITO e RECONHECIMENTO por TUDO que Ronaldo já fez pelo futebol, por tudo que ele representa.

O video abaixo é para todos que tem uma memória curta !

(É de arrepiar)

11 de ago de 2010

A volta do talento

 

"Está na hora de voltar a ser protagonista"

                                                           Mano Menezes


Hoje, sem sombra de dúvida, o Brasil voltou a ser protagonista e a falta desse pensamento foi o maior erro de Dunga durante os quatro anos que ficou à frente da seleção canarinho.
90 minutos para o "Brasil do Mano" foram suficientes para superar 4 anos do "Brasil do Dunga". Ao menos na postura e na qualidade do futebol.

Um futebol envolvente, ofensivo, vertical, sempre buscando o gol mas com muita consistência defensiva, toque de bola refinado, belas jogadas individuais, muita movimentação, enfim, com cara de Brasil, foi isso que vimos hoje e dessa forma o Brasil nem tomou conhecimento de quem estava do outro lado. (Do outro lado estava a mesma seleção americana que deu um sufoco no "antigo" Brasil na final da Copa das Confederações e que fez uma belíssima Copa do Mundo)

Porque futebol é isso, é alegria, diversão, entretenimento e espetáculo acima de tudo. Tenho certeza que não só eu mas toda a torcida brasileira vibrou nesse simples amistoso muito mais do que em toda a Copa.
Hoje é fácil torcer para o Brasil, 40 dias atrás era tarefa para poucos.

Claro que não podemos avaliar todo um trabalho por um simples jogo, foi apenas o primeiro, muitos nomes deixarão a seleção assim como muitos certamente voltarão (Kaká, Júlio César) mas mais do que esse ou aquele jogador, esse ou aquele esquema tático, hoje o que mais importa é o resgate da identidade, o novo pensamento, a nova filosofia de trabalho, a nova postura dentro de campo.

O jogo de hoje foi um renascimento, o renascimento de um futebol que outrora encantou o mundo e que marcou para sempre o Brasil como O PAÍS DO FUTEBOL

9 de ago de 2010

Não muda nunca


Não sei por que ainda me espanto com esse tipo de notícia.
A dança dos técnicos continua, Silas e Estevam Soares são as vítimas da vez.
Essa é a cultura do futebol brasileiro, alguém tem que pagar a conta e como é mais fácil mandar um técnico embora do que 11 jogadores (que não fazem nada)...
Confesso que não acompanhei o trabalho de Estevam Soares no Ceará, mas foram 6 jogos apenas no comando do time. Empatou 4 e perdeu 2. E já custou seu emprego. O treinador nem teve tempo de implantar seu conceito e sua filosofia de futebol.
Silas foi campeão gaúcho, levou o Grêmio até as semi-finais da Copa do Brasil onde foi eliminado por ninguém menos que o mágico Santos versão 2010 mas por causa do mal momento vivido no Brasileirão também entrou no seguro desemprego.

Como diria meu véiu "é baguá, futebol é resultado"
Definitivamente, tem toda razão.

8 de ago de 2010

O adeus do Profeta


Hernanes deu adeus ao São Paulo.
Depois de oito anos e 35 gols em 215 partidas, o Profeta arruma as malas e viaja rumo a Itália para jogar no Lazio.
Sem dúvida Hernanes deixará muitas saudades no Morumbi. Hernanes não é apenas um craque dentro de campo, Hernanes é um personagem do futebol.
Muricy Ramalho certa vez definiu Hernanes como "um volante que pedala", seu talento dentro das quatros linhas é indiscutível...



Hernanes é o que chamamos de ambidestro, finaliza, passa, dribla, com a mesma facilidade e qualidade com ambas as pernas, o que dificulta demais a ação do marcador. Característica rara em um jogador de futebol. Tem muita visão de jogo e precisão nos passes, além de ter um arremate poderoso de média e longa distância e ótimo poder de marcação.

Mas não é só dentro dos gramados que Hernanes chama a atenção, o Profeta ficou famoso por ter um jeito bem peculiar e particular de ser, principalmente nas entrevistas coletivas...



Hernanes é "um grande cara" que merece tudo de melhor nessa nova etapa da sua carreira.
Boa sorte Profeta (deixando um pouco a imparcialidade de lado, enquanto ainda posso) MUITO OBRIGADO por tudo que você nos proporcionou durante esses 8 anos de São Paulo. Esse torcedor são paulino que aqui escreve nunca vai se esquecer do volante, CRAQUE, que jogou com a camisa 10 do Mais Querido e fez história dentro e fora de campo.

6 de ago de 2010

A ironia do futebol

Existem situações que só o futebol é capaz de criar. Duas decisões em dois dias, por duas vezes quem venceu, chorouquem perdeu, sorriu.

Duelo de gente grande no Morumbi.
Jogo digno da grandeza dos dois clubes mais vitoriosos do futebol brasileiro nos últimos anos, digno de uma semi-final de Libertadores.

Diferentemente da semana passada, hoje o SÃO PAULO entrou em campo, em um Morumbi lotado o tricampeão da América entrou disposto a fazer o resultado, entrou como o gigante que é, jogou muito bem e acima de tudo os jogadores suaram sangue em busca do resultado. Os são paulinos podem ficar orgulhosos, hoje o São Paulo caiu, mas de cabeça erguida.

Também diferentemente da semana passada o visitante não ficou só se defendendo, e essa foi a grande diferença nessa semi-final no meu ponto de vista, O Internacional foi ao Morumbi para jogar, o São Paulo foi(?) ao Beira-Rio para assistir o Colorado jogando.

O Tricolor tinha que jogar hoje tudo que sabe mais o que deixou de jogar no primeiro jogo, e conseguiu de certa forma, teve mais posse de bola, precionou, na base da camisa e do coração, empurrado por um Morumbi enlouquecido, mas teve pela frente um adversário fortíssimo. O Internacional é ótimo, Sandro joga demais, e pelo o que apresentou nos 180 minutos da decisão mereceu mais a vaga.
O Mundial já é uma realidade, em dezembro os colorados voam rumo a Abu Dhabi, mas para conquistar a América ainda falta o último desafio, Chivas Guadalajara (MEX)
Será que a maldição Tricolor fará mais uma vítima ?

A derrota deve trazer muitas mudanças pelos lados do Morumbi. Hernanes, o principal jogador do São Paulo nos últimos anos está de malas prontas rumo ao Lazio(ITA). Ricardo Gomes, muito criticado por parte da diretoria e principalmente pela torcida não deve permanecer no cargo.
Resta ao Tricolor juntar os cacos e buscar uma recuperação imediata no Brasileirão, para voltar a Libertadores em 2011.

Já o Internacional  começa semana que vem a batalha pelo bi da América, para coroar a década mais gloriosa da sua história. Além disso tem 4 meses para planejar a disputa do mundial de clubes, terá pela frente nada menos que o Inter de Milão de Júlio Cesar, Lúcio Sneijder e cia.

Destaque especial para as torcidas hoje, a torcida são paulina deu um show, gritando e apoiando o jogo INTEIRO. Durante 90 minutos o Morumbi foi ensurdecedor.
Os colorados, em minoria claro, não deixaram por menos, apoiaram muito e roeram muitas unhas também.
E  acima de tudo, ambas as torcidas souberam reconhecer a entrega dos jogadores dos dois times ao final da partida.


Hoje tivemos um espetáculo dentro e fora do gramado, tristeza para uns, alegria para outros, assim é o futebol.


Rogério Ceni, 37 anos de idade, já venceu tudo que é possível vencer com a camisa de um clube, chorando copiosamente ao final do jogo, compartilhando a dor dos torcedores mais apaixonados, um exemplo de amor a camisa que não existe mais no futebol.

5 de ago de 2010

Raça x Técnica


MUITA RAÇA contra uma TÉCNICA REFINADA. Tradução pura e simples da final da Copa do Brasil 2010.

Jogão.

Falar do jogo coletivo e da qualidade individual dos jogadores do Santos é chover no molhado, mas hoje o time de Dorival Júnior demonstrou outra qualidade fundamental em um time campeão, leitura do jogo.
Jogou com o regulamento e o resultado do jogo de ida embaixo do braço e em momento nenhum se deixou levar pela correria da equipe adversária, cadenciava o jogo quando tinha a bola nos pés quebrando o ritmo e o ímpeto do Vitória.
Dorival Júnior e Robinho foram os grandes nomes da noite na humilde opinião desse blogueiro.
Robinho por ter chamado a responsabilidade e liderado o time no momento em que a equipe se perdia no jogo com a pressão do time baiano.
Em relação a Dorival Júnior um momento em especial me chamou a atenção, no fim da partida, quando o Vitória precionava em busca do terceiro gol, Dorival sacou Neymar e colocou Marcel(atacante). Muitos, senão todos, os treinadores tirariam um homem de frente e colocariam um marcador (erro comum) chamando ainda mais a equipe adversária para dentro do seu campo. Dorival colocou um atacante, leitura perfeita do jogo, com um homem de área incomodando lá na frente a equipe baiana não pôde se lançar completamente ao ataque já que em um contra golpe o Santos poderia matar o jogo.

Dorival começa a se firmar como um dos grandes treinadores do futebol brasileiro, por sua comepetência frente ao time da baixada santista e por sua conduta com questões extra campo, que tem sido um problema frequente pelos lados da Vila.

Título merecido, futebol arte premiado, mas a vitória baiana também foi merecida hoje.

O Vitória jogou tudo que podia, tentou compensar a diferença técnica com raça, muita raça, e se não tivesse perdido duas ou três chances claras de gol poderia ter feito história.
Apesar do vice, belíssima campanha do Vitória, como gritou a torcida, time de guerreiros, mas infelizmente quis o destino que uma geração brilhante estivesse no caminho da primeira estrela do time baiano.



( Ganso foi eleito o melhor jogador do torneio. Sério ?! :O   CRAQUE )

3 de ago de 2010

Professor Mano

Todos os boleiros que acompanharam a participação do técnico Mano Menezes no programa "Bem Amigos" de Galvão Bueno no Sportv devem ter gostado, e muito, do que ouviram.
Com a classe que já se conhece de Mano nas entrevistas, o ténico da seleção brasileira deu uma aula de futebol.

Preste atenção neste trecho e veja a reação de Alberto Helena Jr., um mestre no assunto bola, no final.

2 de ago de 2010

Equilíbrio = Qualidade ?

Rodada de muitos clássicos e muitos empates.
Sinal de equilíbrio ? Sem dúvida. Sinal de qualidade ? Nem sempre.
Grandes clubes do futebol brasileiro estiveram frente a frente hoje mas não vimos nenhum grande jogo.

Não concordo com a opinião de muitos boleiros de que o Brasileirão é equilibrado "por baixo".  Apesar de não fazerem frente às principais potências do futebol europeu muitos dos times brasileiros chegariam pelo menos no G-4 de qualquer liga pelo mundo.
Mas de uns tempos para cá a qualidade técnica dos jogos tem sido sofrível. Eu particularmente, com exceção do Santos, não tenho vontade nem prazer de ver nenhum time brasileiro jogar. E eu não sou santista.

Clássico, o nome já diz tudo. Deveria ser o grande jogo, o melhor. O jogo de lances incríveis, de um futebol de primeira qualidade. O jogo que todo jogador espera ansiosamente para entrar em campo e mostrar todo o seu futebol.
Mas no últimos tempos clássico tem sido sinônimo de... de...  de nada. Ou melhor, de tudo, menos bom futebol. Correria, muitas faltas e polêmicas por conta da arbitragem foram os principais ingredientes dos clássicos dessa rodada.

Muitos fatores contribuem para a queda da qualidade técnica do futebol brasileiro, fatores que todos estão cansados de saber e discutir. Continuamos sendo um celeiro de craques, revelamos talentos todos os anos, mas com a mesma rapidez que eles aparecem também desaparecem, rumo aos milhões de euros com os quais o Brasil não tem como competir, vide Santos, depois de seis meses encantando os torcedores brasileiros o desmanche jé é iminente, Robinho e André se despedem quarta-feira, Ganso e Neymar é questão de tempo, pouco tempo.

A volta de muitos jogadores de nome nos últimos anos não chega a ser um alento, pelo menos não para mim, sendo que estes voltam apenas para "recuperar" o futebol ou o espaço perdido na seleção para depois partir novamente.

Fato é que os grandes jogadores brasileiros vivem seu auge nos gramados do exterior, brindam os gringos com o espetáculo que deveria ser nosso.

Quem sabe, sabe !

No segundo jogo de Raúl pelo Schalke 04 o espanhol já mostrou toda a sua categoria e levou a torcida ao delírio com um golaço contra o Bayern.



Era melhor nem ter ido goleirão ! hehe.

1 de ago de 2010

O sábado no futebol



Alguns amistosos e a Emirates Cup agitaram o planeta bola neste sábado(?)(sei lá, domingo de manhã aqui, sempre me perco no fuso horário ¬¬" )

Em Londres os brasileiros brilharam, Michel Bastos e Alexandre Pato marcaram para seus times nos empates de Lyon 2x2 Celtic e Milan 1x1 Arsenal.
A temporada promete fortes emoções para os torcedores italianos, o atual time do Milan não está nem perto dos demais gigantes europeus. O scudetto já começa a temporada com tons de azul outra vez.


Nos EUA uma das estréias que este blogueiro mais esperava, o Inter de Milão pós-Mourinho.
Sob o comando de Rafa Benítez e recheado de reservas os nerazzurri venceram o Manchester City por 3x0.



Favorecidos pela expulsão de Viera(ex-Inter) a equipe italiana dominou o jogo que marcou também a estréia de Philippe Coutinho(ex-Vasco) com a camisa do Inter.
Os nerazzurri vem forte(que novidade!) para a temporada 2010/11.


Na Espanha dia de despedida, Rafa Márquez anúnicou sua saída do Barcelona após sete anos, mas o que me chamou a atenção foi a despedida em sí. Uma cerimônia no Camp Nou com um imenso painel com o nome, foto e os títulos conquistados por ele com a camisa do Barcelona.
- Rafa, queremos agradecer sua dedicação a esta entidade. As portas deste clube estarão sempre abertas para você - disse o presidente Sandro Rossel.
Definitivamente o Brasil tem muito o que aprender quando o assunto é gratidão e reconhecimento pelos jogadores.
Alguém já viu uma despedida assim no Brasil ?


Em terras tupiniquins acompanhei o segundo tempo da vitória do São Paulo por 2x1 sob o Ceará no Morumbi.
Com Fernandão no meio campo municiando o ataque o time são paulino é outro. Hernanes também sobe muito de produção jogando de segundo volante. A vitória resgata um pouco da confiança do time para a decisão de quinta feira contra o Internacional, teremos um Morumbi lotado e um grande jogo.
A propósito, Ricardo Oliveira caiu do céu para o Tricolor.