"Além dos sinais externos que denunciam - cabelos brancos, cabelo nenhum, rugas, barriga, essas indignidades - as gerações se reconhecem pelos jogadores de futebol que se têm na memória"

Luis Fernando Veríssimo

6 de ago de 2010

A ironia do futebol

Existem situações que só o futebol é capaz de criar. Duas decisões em dois dias, por duas vezes quem venceu, chorouquem perdeu, sorriu.

Duelo de gente grande no Morumbi.
Jogo digno da grandeza dos dois clubes mais vitoriosos do futebol brasileiro nos últimos anos, digno de uma semi-final de Libertadores.

Diferentemente da semana passada, hoje o SÃO PAULO entrou em campo, em um Morumbi lotado o tricampeão da América entrou disposto a fazer o resultado, entrou como o gigante que é, jogou muito bem e acima de tudo os jogadores suaram sangue em busca do resultado. Os são paulinos podem ficar orgulhosos, hoje o São Paulo caiu, mas de cabeça erguida.

Também diferentemente da semana passada o visitante não ficou só se defendendo, e essa foi a grande diferença nessa semi-final no meu ponto de vista, O Internacional foi ao Morumbi para jogar, o São Paulo foi(?) ao Beira-Rio para assistir o Colorado jogando.

O Tricolor tinha que jogar hoje tudo que sabe mais o que deixou de jogar no primeiro jogo, e conseguiu de certa forma, teve mais posse de bola, precionou, na base da camisa e do coração, empurrado por um Morumbi enlouquecido, mas teve pela frente um adversário fortíssimo. O Internacional é ótimo, Sandro joga demais, e pelo o que apresentou nos 180 minutos da decisão mereceu mais a vaga.
O Mundial já é uma realidade, em dezembro os colorados voam rumo a Abu Dhabi, mas para conquistar a América ainda falta o último desafio, Chivas Guadalajara (MEX)
Será que a maldição Tricolor fará mais uma vítima ?

A derrota deve trazer muitas mudanças pelos lados do Morumbi. Hernanes, o principal jogador do São Paulo nos últimos anos está de malas prontas rumo ao Lazio(ITA). Ricardo Gomes, muito criticado por parte da diretoria e principalmente pela torcida não deve permanecer no cargo.
Resta ao Tricolor juntar os cacos e buscar uma recuperação imediata no Brasileirão, para voltar a Libertadores em 2011.

Já o Internacional  começa semana que vem a batalha pelo bi da América, para coroar a década mais gloriosa da sua história. Além disso tem 4 meses para planejar a disputa do mundial de clubes, terá pela frente nada menos que o Inter de Milão de Júlio Cesar, Lúcio Sneijder e cia.

Destaque especial para as torcidas hoje, a torcida são paulina deu um show, gritando e apoiando o jogo INTEIRO. Durante 90 minutos o Morumbi foi ensurdecedor.
Os colorados, em minoria claro, não deixaram por menos, apoiaram muito e roeram muitas unhas também.
E  acima de tudo, ambas as torcidas souberam reconhecer a entrega dos jogadores dos dois times ao final da partida.


Hoje tivemos um espetáculo dentro e fora do gramado, tristeza para uns, alegria para outros, assim é o futebol.


Rogério Ceni, 37 anos de idade, já venceu tudo que é possível vencer com a camisa de um clube, chorando copiosamente ao final do jogo, compartilhando a dor dos torcedores mais apaixonados, um exemplo de amor a camisa que não existe mais no futebol.

2 comentários:

Claudio Henrique disse...

Luciano, acontece que o São paulo jogou somente 90 dos 180 minutos. Se tivesse jogado os dois jogos poderia ter eliminado o Inter. O time gaúcho não fez mais que o necessário. Parabéns ao Colorado e ao Celso Roth.

Abraços!

Gabriel Campi disse...

Concordo com o Cláudio, Luciano. Se o São Paulo jogasse como jogou no Morumbi em Porto Alegra, a vaga poderia ter vindo. As duas equipes jogaram muito bem no segundo jogo, que foi uma partidassa. Parabéns ao Internacional, que vem forte para o bi. Já o São Paulo deixou escapar sua obssessão e novamente sobrou para o técnico.

Abraços!

www.blogfutebolnaveia.blogspot.com