"Além dos sinais externos que denunciam - cabelos brancos, cabelo nenhum, rugas, barriga, essas indignidades - as gerações se reconhecem pelos jogadores de futebol que se têm na memória"

Luis Fernando Veríssimo

20 de ago de 2010

Diga à Vila que eu FICO



Antes de entrar no assunto do post gostaria de fazer uma nota em homenagem ao meu amigo Ricardo, torcedor do verdão, que praticamente cobrou um post sobre o jogo de hoje. Infelizmente não pude acompanhar por isso me abstenho de qualquer comentário sobre a partida, mas o placar foi espetacular. Na base da raça e do coração o Palmeiras conseguiu o improvável, 3x0 no ótimo time do Vitória, e avançou para fase internacional da Copa Sul-Americana.
Aos poucos a presença de Felipão no comando do time começa a ficar visível, afinal, que técnico é mais copeiro do que o "Big Phil" ?

Destaque também para a belíssima homenagem da torcida para os 500 jogos do São Marcos, nem imagino a emoção de um jogador ao entrar em campo e se deparar com isso:

Ué, O Pacaembu não é a casa do Corinthians ?

Mas a notícia do dia é sem dúvida o "fico" de Neymar. Não vou ficar aqui argumentando o mesmo blá blá blá de sempre de que é muito cedo, que ainda não tem maturidade para sair e coisa e tal, isso todos já sabem e estão cansados de discutir.
O que interessa é que a decisão do garoto tem uma importância abissal e pode ser um divisor de águas no futebol brasileiro que finalmente pode aprender que a exportação de craques a qualquer hora e a qualquer preço não é sempre a única e melhor saída. Perder nossos talentos para mercados como Ucrânia, Turquia, Austria não faz o menor sentido.

Luís Álvaro, presidente do Santos, também merece os créditos, tratou logo de oferecer uma série de vantagens ao garoto para ao menos diminuir o brilho da proposta milionária do Chelsea.



O bom momento econômico do país e a estagnação da economia europeia certamente contribuem para a manutenção dos nossos craques, mas o mais importante é que parece que finalmente os clubes estão se conscientizando e buscando alternativas para que o "fico" seja possível, sem se importar com o dinheiro em primeiro lugar.

Neymar fica.

Ganso também.

Fred renovou com Fluminense.

Deco, Belletti, Valdívia, Maicossuel, Tinga, Rafael Sóbis, Ricardo Oliveira, Roberto Carlos, Keirrison, Ronaldo, Deivid, Diogo... todos estão de volta.

O futebol brasileiro agradece.

2 comentários:

Cleber Soares disse...

e ai Luciano, blz.
que jogo do verdão heimm!!!
acho que poucos (eu tbm) acreditava em uma virada dessas.... sera que já começou a era Felipão???

Acho que Neymar acertou em não sair do Santos... ainda é muito imaturo, na Europa correria o risco de se perder na própria pretenciosidade.

BLOG DO CLEBER SOARES
www.cleberosoares.blogspot.com

Claudio Henrique disse...

E aí Luciano, tudo tranquilo.

Tomou a decisão certa. Fez bem em ficar e o futebol brasileiro só tem a ganhar com isso.

Abraços!