"Além dos sinais externos que denunciam - cabelos brancos, cabelo nenhum, rugas, barriga, essas indignidades - as gerações se reconhecem pelos jogadores de futebol que se têm na memória"

Luis Fernando Veríssimo

5 de ago de 2010

Raça x Técnica


MUITA RAÇA contra uma TÉCNICA REFINADA. Tradução pura e simples da final da Copa do Brasil 2010.

Jogão.

Falar do jogo coletivo e da qualidade individual dos jogadores do Santos é chover no molhado, mas hoje o time de Dorival Júnior demonstrou outra qualidade fundamental em um time campeão, leitura do jogo.
Jogou com o regulamento e o resultado do jogo de ida embaixo do braço e em momento nenhum se deixou levar pela correria da equipe adversária, cadenciava o jogo quando tinha a bola nos pés quebrando o ritmo e o ímpeto do Vitória.
Dorival Júnior e Robinho foram os grandes nomes da noite na humilde opinião desse blogueiro.
Robinho por ter chamado a responsabilidade e liderado o time no momento em que a equipe se perdia no jogo com a pressão do time baiano.
Em relação a Dorival Júnior um momento em especial me chamou a atenção, no fim da partida, quando o Vitória precionava em busca do terceiro gol, Dorival sacou Neymar e colocou Marcel(atacante). Muitos, senão todos, os treinadores tirariam um homem de frente e colocariam um marcador (erro comum) chamando ainda mais a equipe adversária para dentro do seu campo. Dorival colocou um atacante, leitura perfeita do jogo, com um homem de área incomodando lá na frente a equipe baiana não pôde se lançar completamente ao ataque já que em um contra golpe o Santos poderia matar o jogo.

Dorival começa a se firmar como um dos grandes treinadores do futebol brasileiro, por sua comepetência frente ao time da baixada santista e por sua conduta com questões extra campo, que tem sido um problema frequente pelos lados da Vila.

Título merecido, futebol arte premiado, mas a vitória baiana também foi merecida hoje.

O Vitória jogou tudo que podia, tentou compensar a diferença técnica com raça, muita raça, e se não tivesse perdido duas ou três chances claras de gol poderia ter feito história.
Apesar do vice, belíssima campanha do Vitória, como gritou a torcida, time de guerreiros, mas infelizmente quis o destino que uma geração brilhante estivesse no caminho da primeira estrela do time baiano.



( Ganso foi eleito o melhor jogador do torneio. Sério ?! :O   CRAQUE )

2 comentários:

Cleber Soares disse...

E ai Luciano, blz.
Acho que pouca gente acreditava no Vitória, o peixe é muito melhor em todos os sentidos. Mas vale ressaltar a garra e a vontade dos baianos. Parabéns ao Santos.

BLOG DO CLEBER SOARES
www.clebersoares.blogspot.com

Karlaa disse...

Santos foi campeão. Bom pro meu pai que é santista.


mas..... e o SPFC?

o problema agora é q estamos fora da libertadores, Lulu! Snifffffffff