"Além dos sinais externos que denunciam - cabelos brancos, cabelo nenhum, rugas, barriga, essas indignidades - as gerações se reconhecem pelos jogadores de futebol que se têm na memória"

Luis Fernando Veríssimo

2 de set de 2010

Giro pelo mundo[e pelo Brasil]

Duas estreias importantes nos últimos dias, perdoem o pequeno atraso do "Giro pelo mundo".

Na Calcio tivemos a estreia do poderoso Inter de Milão, que pelo o que vem apresentando nesse início de temporada não parace mais tão poderoso assim, bom para o Inter(de Porto Alegre).
O Inter de Rafa Benítez não lembra em nada o time calculista e, como definiu o grande Lédio Carmona, maquiavélico, comandado por Mourinho na última temporada.
0x0, o placar mais chato do futebol.




Na espanha tivemos a estreia do Atlético de Madrid, do melhor jogador da Copa, Diego Forlán.
E a festa pela conquista da supercopa frente a Internazionale continuou, 4x0 no Sporting.




HOJE pude acompanhar também dois bons jogos pelo Brasileirão.

Fluminense x Palmeiras fizeram um bom jogo no Maracanã. Ewerthon aos 48 do segundo tempo empatou para o Verdão e derrubou meu palpite para o jogo.
Resultado justo, o Palmeiras foi premiado pelo esforço e bom futebol apresentado principalmente no segundo tempo quando Felipão mudou o esquema sacando o zagueiro Fabrício e colocando Luan na ala esquerda para aproveitar o espaço deixado por Thiaguinho.
Kleber também fez boa partida apesar da marcação implacável de Gum, se movimentou bastante abrindo espaços da defesa carioca.
Já o Fluminense perdeu 4 dos últimos seis pontos disputados em casa, e agora perdeu a casa também já que o Maracanã entrará em reforma para as obras da Copa de 2014.
É bom Muricy Ramalho e seus comandados abrirem o olho, porque atrás vem um Corinthians desesperado para salvar o ano do Centenário.



OBS: Muito bonito o uniforme grifa texto do Verdão.


E Cuca começa a encontrar a melhor formação para o ótimo time do Cruzeiro.
Sempre gostei da forma como se comportam os times do atual técnico da Raposa, futebol de toque de bola, envolvente, de muita movimentação com trocas de posições entre os jogadores, rápido e que prioriza o ataque.
Assim foi a postura do time mineiro diante de um Flamengo que praticamente não existe do meio para frente, se Deivid e Diogo não estrearem rápido a coisa vai ficar complicada pelos lados da Gávea.
O Cruzeiro chegava ao ataque como queria e quando queria, perdeu um caminhão de gols, provavelmente amanhã teremos treino de finalizações na Toca da Raposa.




No próximo final de semana teremos a última rodada do primeiro turno, hora de saber quem é quem no Brasileirão 2010.

Nenhum comentário: