"Além dos sinais externos que denunciam - cabelos brancos, cabelo nenhum, rugas, barriga, essas indignidades - as gerações se reconhecem pelos jogadores de futebol que se têm na memória"

Luis Fernando Veríssimo

24 de jan de 2011

Uma aposta na história

Aposta. Pura e simplesmente uma aposta. É isso que representa a contratação de Rivaldo pelo São Paulo. Uma aposta de risco, baseada em histórias de sucesso e fracasso.

Leônidas da Silva - O inventor da bicicleta

Apostar em jogadores veteranos é estratégia recorrente na história do São Paulo. Leônidas da Silva, o Diamante Negro, é o maior exemplo disso. Chegou desacreditado e considerado por muitos já velho em 1942, e conduziu o São Paulo à nada menos que cinco títulos estaduais.

Por favor não me entendam mal, não tenho intenção nenhuma de comparar Rivaldo a Leônidas da Silva, foi apenas um exemplo de quando a mesma estratégia foi adotada e obteve sucesso. Assim como também já fracassou, quando o São Paulo trouxe ninguém menos que Didi, o Mr.Football, já em fim de carreira, sem sucesso.

O Príncipe Etíope - Apelido dado por Nelson Rodrígues à Didi, o gênio da "folha seca"

Mas a grande questão, que diferencia a aposta em Rivaldo das demais, é que ainda que ele volte bem, está longe de resolver a carência de longa data da camisa 10 são paulina. O futebol de hoje exige muito mais do prepara físico do atleta, e ainda que Rivaldo seja um exemplo de atleta que se cuide, e não estou afirmando que é, a idade chega para todos. Rivaldo pode sim ser muito útil, fazer a diferença, decidir partidas, mas diria que é humanamente impossível que do alto dos seus 38 anos Rivaldo possa assumir a camisa 10 e conduzir um time como o São Paulo durante toda uma temporada. Eventualmente ficará fora por problemas físicos, e assim como o Corinthians fica orfão quando Ronaldo não joga, também o São Paulo ficará sem um substituto na ausência de Rivaldo.


Rivaldo - Melhor jogador do mundo de 1999

A relação custo benefício me parece muito mais vantajosa ao jogador, que ganha a chance de encerrar sua carreira em um grande time, e ao clube que o mesmo preside, o Mogi Mirim, que, no fim das contas, lucrou uma parceria com a equipe do Morumbi.

Essa aposta me soa também como uma tentativa desesperada do clube, que outrora era considerado pioneiro em todos os aspectos da sua gestão, em tentar se igualar a grande rivais com contratações de prestígio e reconhecimento internacional. Um tentativa de resgatar o status de "clube diferenciado", na mesma semana que em que mostrou ter um déspota no poder.

De certo mesmo nessa contratação, é que ela não satisfará o desejo da torcida são paulina, e nem as necessidades do time dentro de campo.

9 comentários:

Luciano Campos disse...

Realmente, muito estranha essa decisão ainda mais, quando vemos partir de um clube com a fama de ter uma excelente administração como é o caso do São Paulo.

Marketing???
O Rivaldo jã não ostenta um nome relevante para uma ação realmente eficaz de arrecadação.

Condições como atleta???
Me desculpe mas não é o seu caso já há muito tempo.

Motivação para o grupo???
Esse nunca foi o perfil do Rivaldo que sempre teve o seu ego bastante inflado.

Como agravante, a sua relação com um adversário como é o caso dele com o Mogi Mirim.

É no mínimo incoerente.
Se for piada, a imensa e vibrante torcida tricolor não merece uma vez que os resultados obtidos no último ano não agradaram a nenhum torcedor acostumado com as glórias sucessivas desde a conclusão da construção do Morumbi.

Presidente competente???
Nem a pau Juvenal!!!

Luciano Campos.

www.fut-race.blogspot.com

Rodrigo Moraes disse...

Buenas, galera!

Estou conhecendo este blog e começo a acompanhá-lo, simplesmente por se tratar de um assunto que eu dedico tempo: Futebol!

Abraço!

William disse...

Acho que o São Paulo errou feio nessa contratação. Aliás, esse clube tem se portado de uma maneira muito arrogante nos últimos tempos com seu presidente cheio de falácias.
O tri brasileiro não fez bem ao clube, incrível dizer isso, mas é a mais pura verdade. Revelar ótimos jogadores sempre foi o forte do SP e contratar grandes nomes.
Mas essa do Rivaldo, literalmente um ex-jogador, é no mínimo muito, mas muito esquisita mesmo.
Grande abraço.....

Gol de Mão disse...

O seu link também está no nosso blog. Ficamos felizes com a parceria. Abraços!!

Equipe Blog Gol de mão
www.bloggoldemao.blogspot.com
@bloggoldemao

Luciano Campos disse...

Caro Luciano Mayeda e leitores do De Olho no Lance...

No Fut-Race - Futebol e Formula 1:

A saga do primeiro campeão da Taça Libertadores da América narrado pelo incrível uruguaio Alberto Tejera no Fut-Race Uruguay.
Um depoimento emocionante, com muitas informações reveladores e ilustrações raríssimas.
Confiram porque vale a pena!!!

Fut-Race - Futebol e Formula 1.
Acesse e comente: www.fut-race.blogspot.com

Grato.

Luciano Campos.

www.fut-race.blogspot.com

Claudio Henrique disse...

E aí Luciano! Blz cara?

O Rivaldo no São Paulo será uma piada. Gosto muito dele, foi um grande jogador e respeito seu passado. Lembro dos grandes jogos dele pelo Barcelona e pela seleção.

Hoje ele é jogador de time pequeno. Não joga mais aquele grande futebol. Se é isso que o São Paulo espera pode esquecer.

Abraços!

http://wwwfanaticosporfutebol.blogspot.com/

Cleber Soares disse...

e ai Luciano, blz.
uma aposta, gostei do adjetivo, rsrsrs...
mas é uma verdade, não é só os 38 anos de Rivaldo, mas tbm tem o fato que faz 5 ou 6 anos que ele já não joga em um futebol de alto nível, mas saber jogar ele sabe, teremos que esperar os resultados...

BLOG DO CLEBER SOARES
www.clebersoares.blogspot.com

Lucre $$$ com seu Blog! disse...

LEGAL TEU BLOG... TO SEGUINDO... SIGA-NOS

LUCRE COMISSÕES, DIVULGUE
GRÁTIS SEU BLOG E PARTICIPE
DE NOSSOS ENTRETENIMENTOS:

www.psdesigner.com.br/entretenimentos

OBRIGADO!
Marcos Roberto

FuteB.R.O.N.C.A.! disse...

Tremenda presepada. Vc deu belos exmplos de apostas no post, mas todas de jogadores fora de série, o que, diga-se de passagem, nunca foi o caso de Rivaldo.

Saudações!!