"Além dos sinais externos que denunciam - cabelos brancos, cabelo nenhum, rugas, barriga, essas indignidades - as gerações se reconhecem pelos jogadores de futebol que se têm na memória"

Luis Fernando Veríssimo

11 de fev de 2011

Fama que não se justifica

5 títulos mundiais, um sentimento que beira o fanatismo, e que muitas vezes leva o ser humano de volta à mais primitiva das suas formas de ser e agir, rivalidades entre clubes que estão entre as maiores do mundo, Pelé...
Essas são algumas das razões que nos levaram ao status de "país do futebol".

Porém, há algum tempo que venho me questionando se essa afirmação realmente procede. E a cada "politicagem" que vemos nos clubes e no âmbito esportivo nesse país, me convenço mais de que essa afirmação é na verdade uma auto-avaliação embasada apenas na história dentro de campo, o que é insuficiente para tal fama.

Não se trata de "complexo de vira-lata", de forma alguma. Se tivéssemos a oportunidade de abrir as "caixas pretas" de todos os clubes do mundo, talvez os amantes do futebol entrassem em extinção.

O ponto em questão, e que me faz questionar essa afirmação, é que, no meu modo de ver, tratamos o futebol muito mal, em alguns casos com absoluto desprezo, para podermos bater no peito e afirmar "somos o país do futebol".

Nem é preciso ir muito longe para notar os maus tratos e o abandono do futebol no Brasil. Quem acompanha os estaduais de perto sabe bem o estado em que se encontra os estádios pelo interior dos estados.
Estádios em condições precárias, as vezes faltam até mesmo eletricidade e água quente, recebendo jogos oficiais de primeira divisão. Em muitos sequer há área para imprensa.
E o que dizer sobre a (não)organização da Copa São Paulo de Futebol Júnior ?

Para onde vai os milhões de orçamento do Ministério do Esporte todo ano ?

Em contra partida, venho acompanhando muito de perto nos últimos tempos a Barclays Premier League(Campeonato Inglês) e é muito bacana ver como é tratado com carinho o futebol na Inglaterra.


É bom que se diga, para os que não acompanham, que o sentimento de amor ao futebol dos ingleses não perde em nada ao dos brasileiros, pelo contrário, a paixão dos ingleses pelo esporte que eles mesmos criaram é algo indescritível, maluco até. Tanto que tem jogo de futebol quase todos os dias da semana. A liga e as Copas(Copa da Liga Inglesa e a Copa da Inglaterra) não param nem nas festas de fim de ano.
E antes que você pense em questionar o calendário, saiba que não há sobrecarga de jogos para nenhum time. 4, 5 dias de folga em média entre uma partida e outra. O nome disso ? Organização.

Emirates Stadium - Estádio do Arsenal - Simplesmente ESPETACULAR

O dinheiro que se gasta em um ingresso lá, é muito bem gasto. Estádios, impecáveis, que oferecem o máximo de conforto ao torcedor, com gramados que parecem um tapete. Por essas e por outras estão sempre lotados. O Manchester United por exemplo, tem média de público de 70.000 pessoas por jogo, enquanto no Brasil, um clássico como o último São Paulo x Santos foi jogado para pouco mais de 9.000 pagantes.
O que se vê na terra da rainha é um show de organização em todos os aspectos; Venda de ingressos com filas de 10 minutos; Segurança tão eficaz que torcedores visitantes chegam, as vezes fazendo festa, no estádio adversário e são recebidos tranquilamente. O que não deixa de ser uma lição de civilidade, enfim, tratam o torcedor e o futebol com o carinho e o respeito que ambos merecem.

A Barclays Premier League é um show visual até mesmo para quem acompanha pela televisão. Além do show de imagens durante os jogos, há pequenos detalhes que fazem toda a diferença...




Outro fator que salta aos olhos, é de que não há jogo ruim no campeonato inglês. Sempre fui contra essa história de que o futebol brasileiro é "nivelado por baixo", muito mais com a volta dos grandes nomes, contudo, ser flexível, saber rever seus conceitos e mudar sua opinião se for o caso é uma virtude quando se fala de um assunto tão dinâmico como futebol.
Seja qual for o jogo da rodada que você opte por assistir, é certeza de gols, qualidade técnica e emoção, do confronto entre o lanterna e o penúltimo ao clássico entre líder e vice-líder. Já no Brasil, bom, alguém gostou do que viu no último clássico entre Cortinthians e Palmeiras ?

Há ainda um último aspecto que considero dos mais importantes e que nos diferencia e muito dos inventores do futebol. O povo inglês não compartilha da que considero a pior característica do povo brasileiro, a memória curta.
Os ingleses valorizam sua história, são gratos aos seus grandes ídolos.
Praticamente todos os clubes possuem em seus Ct's ou estádios, muitas vezes na entrada, estátuas, enormes paineis, bustos entre outras coisas que lembrem os grandes craques que ajudaram a construir suas respectivas histórias. Nomes que foram responsáveis muitas vezes por suas maiores glórias.

Estátua das lendas George Best, Dennis Law e Bobby Charlton, situada em uma das entradas do Old Trafford, estádio do Manchester United

Acompanhar a Barclays Premier League é correr o risco de se desiludir completamente com o futebol brasileiro, porém, se você é um amante do futebol e aprecia tudo que envolve o jogo, não só o que acontece quando a bola rola, sugiro que comece a olhar mais de perto para o futebol na terra da rainha, e depois responda, qual é o verdadeiro país do futebol ?

15 comentários:

Sandro Honorato disse...

*Putz,Seleção Brasileira ta com nada.Robinho,se aposnta cara!

*Premier League é a melhor de todas.

*Eu não gostou de Timao x porcada,mas gostei do resultado. kkkkkkkkkkkk

Se puder visitar:RIMAS DO PRETO


Abraços e sucesso com o blog

Entropia Brasileira disse...

Cara, muito bem escrita a sua postagem, a preocupação aqui no Brasil é somente com o produto futebol, na mente provinciana dos nossos dirigentes o torcedor não faz parte do produto, são tratados como meros espectadores, gados amontoados numa cerca, As vezes acho que somos tratados como intrusos, um mal necessário. Temos 3 básicas serventias. Comprar o ingresso, assistir o jogo e consumir produtos do clube. Triste.

Luciano Campos disse...

Caro xará...

Desse jeito, você não respeita os seus leitores. Só você quer argumentar!!!

Digo isso porque o seu texto foi tão lúcido e extraordinário que eu não tenho o que acrescentar. Só resta a érgunta: onde eu assino???

Parabéns pelo seu blog e pelo seu talento!!! Honrando esse belo nome que recebeu!!!

No Fut-Race Europa, Ricardo Fernandes relembra a carreira do grande zagueiro Mozer.

Acesse, relembre e comente: www.fut-race.blogspot.com ou www.fut-race.tk

Luciano Campos.

Luciano Campos disse...

Eu quis diser: "só resta a pergunta"

Nathacha disse...

Olá! No momento estou apenas te seguindo, mas prometo voltar e comentar em breve suas postagens!Agradeceria se seguisse o meu blog, assim criamos um vínculo que facilite a divulgação de ambos os blogs! passa lá?
http://medicinepractises.blogspot.com/

Í.ta** disse...

tu aborda um ponto importante, o das frases-feitas. essa de que o brasil é o país do futebol é uma delas. criou-se antigamente, devido do futebol que encantava o mundo. ficou assim talvez por ser a seleção com mais títulos mundiais. mas só. virou frase-chavão. agora aguentemos, infelizmente.

abraços!

Cleber Soares disse...

Luiciano,
mas é por tudo isso que vc falou, e que esta redondamente correto, é que nos leva ao título de país do futebol, apesar dessa zona que é nosso futebol ainda conseguimos 5 mundiais, fazemos craques em modo industrial e o nosso campeonato é o mais difícil do mundo.... inacredditável, mas é verdade.

BLOG DO CLEBER SOARES
www.clebersoares.blogspot.com

Louie disse...

Fala Mayeda-san, ótimo blog cara :)

E ainda mais sobre um assunto, digamos...tão gostoso de conversar lol

Haha morei no nihon tb, mas só um ano, hoje vivo no brás :) estudando e constituindo família.

Mas parabéns pelo blog brother, vou passar aqui mais vezes.

abç

Roberto Feitosa Lima disse...

Luciano o post ficou sensacional, parabéns pela excelente postagem.
Abraços
http://bomdegol.blogspot.com
Roberto Feitosa

Giovani Mattiollo disse...

Olha, concordo contigo, e também acho que o Campeonato Inglês é o melhor do mundo, porém, o mais disputado é o Brasileiro, que é pouco bem visto lá fora.

Abraço

http://gremista-sangueazul.blogspot.com

Gabriel Campi disse...

Realmente o Campeonato Inglês está entre os melhores do mundo (pra mim perde somente para o Campeonato Espanhol). O nosso Brasileirão é o mais disputado, mas não é muito visto lá fora.

Abraços!

www.blogfutebolnaveia.blogspot.com

Luciano Campos disse...

No Fut-Race, uma merecida homenagem ao Divino, Ademir da Guia. Imperdível!!!

Luciano Campos.
www.fut-race.blogspot.com

Gol de Mão disse...

Parabéns Luciano, esse foi o melhor post seu que li e um dos melhores que já vi entre blogueiros. Você escreveu de forma brilhante destacando os pontos que fazem com que refletimos sobre a organização do nosso campeonato. Mais uma vez bela matéria!!!

Equipe Blog Gol de Mão
www.bloggoldemao.blogspot.com

Roberta disse...

Obrigada pelo comentário em meu blog. E concordo plenamente com você, o Brasil que é o país sinônimo de futebol, deveria dar mais importancia no mesmo, pois apenas jogar futebol e mandar seus bons jogadores para a Europa, não é de nada, temos de apresentar bons estádios, gramados viavéis, e claro um espetaculo com a bola nos pés.

Futebol ao Cubo disse...

Concordo integralmente. Tem quem analise só conquistas e nível dos jogadores, mas futebol não é só isso.

Um bom exemplo é a NBA. Pela qualidade técnica e conquistas, os EUA seriam naturalmente o "país do basquete", mas além disso a organização lá é absurda, o pré-jogo já é um espetáculo, sabem vender o produto.

Não vou nem falar da Conmebol, pra não me estressar logo cedo, depois que o Fluminense estreou na Libertadores 2011 em dia de data-FIFA eu parei. Uma aula de como não vender o próprio produto.

Eu simplesmente ODEIO a Copa SP, cara. Um torneio com quase 100 times, depois de míseras três partidas 2/3 dos times são eliminados (e geralmente os que mais viajaram, tipo times do AC, AM, RN). Jogam no PIOR mês do ano em SP, o mês que mais chove, tudo pela frescura de terminar no dia 25.01, e chamam isso de "maior vitrine do futebol" :). É, até que tem razão, espelha bem a organização do futebol brasileiro.


Abraços!