"Além dos sinais externos que denunciam - cabelos brancos, cabelo nenhum, rugas, barriga, essas indignidades - as gerações se reconhecem pelos jogadores de futebol que se têm na memória"

Luis Fernando Veríssimo

17 de fev de 2011

Jogos que contarei aos meu filhos #1 Arsenal 2x1 Barcelona 17/02/2011


O jogo foi tudo o que dele se esperava, ataque x ataque, o duelo do futebol arte, com um final épico diante de uma torcida em êxtase. Simplesmente espetacular.

Sem mais.

Quem viu, viu, quem não viu, pode se lamentar.


Xadrez no Emirates

Esse é o time do Barcelona hoje, mas apenas no papel, porque depois que entra em campo não me pergunte quem fica onde...


A movimentação do time de Pep Guardiola é fantástica. Messi joga como um falso centroavante que gira por todo o campo, volta para armar o time abrindo espaço para as infiltrações em diagonal de Villa e Pedro, que ao invadirem a área abrem o corredor para Maxwell e Dani Alves, e para os avanços de Iniesta que por diversas vezes inverte o lado com Xavi, principal responsável pela saída de bola.
Com o já conhecido toque de bola sensacional, o Barcelona teve 61% de posse de bola no primeiro tempo.

Jogava como queria, do jeito que queria, dando margem à principal arma do arsenal inglês...



... o contra-ataque.

Arsene Wenger mandou seu time à campo em um 4-2-3-1, Wilshere e Song eram os encarregados de anular Iniesta e Xavi. Com Fàbregas vigiado de perto, Nasri e Walcott tinham a tarefa de conduzir o time ao ataque e voltar para acompanhar as subidas de Maxwell e Dani Alves e evitar o 2x1 nos laterais Clichy e Eboué, tarefa que Nasri só conseguiu executar no segundo tempo, tempo esse que certamente ficará marcado na memória do torcedor dos Gunners.

Com um contra ataque letal, apenas seis toques na bola antes dela acabar nas redes do Barça, o Arsenal venceu o melhor time do planeta. Mas não se engane, o Arsenal não foi só contra-ataque, em determinados momentos da partida pressionou e foi melhor provando que é possível encarar o Barcelona jogando bola, né Mourinho ?

2x1 e o time de Londres leva agora uma vantagem mínima e perigosa para o Camp Nou, mas que dá a oportunidade de utilizarem sua principal arma, os contra-ataques. O problema, é que para jogar nos contra-ataques, terá que oferecer o controle da partida ao Barcelona em seus domínios, você se arriscaria ?

Destaques da partida: Nasri, apenas pela grande jogada, e calma, no lance do segundo gol inglês, e Wilshere que foi muito bem na marcação e na saída de bola, grande jogador.
Pelo lado do Barcelona, Iniesta porque simplesmente não errou um passe, sensacional. Saiu por opção tática. Messi estaria aqui também não fosse os dois gols, cara-a-cara, perdidos. Gols aliás que podem fazer uma faaalltaa...

2 comentários:

Sandro Honorato disse...

Po,foi o jogo do ano.

Mas vou fazer uma analise aqui:
- Gol do V. Persie: Falha do goleiro
- Gol do Arshavin:Começou com um ataque que o Dani Alves quis tabelar com o Messi e deu o contra ataque.
Arshavin se enfiou no lugar do Alves e chutou sozinho.

Mas o jogo de volta o Messi guarda 4 de novo xD

Abraços
...........................
RIMAS DO PRETO

Í.ta** disse...

jogaço! jogaço mesmo!